Paraguai extradita um dos maiores contrabandistas de cigarro ao Brasil

Redação

pf, polícia federal, prf, contrabando, cigarro, cigarros, paraguai, brasil, paraná, contrabandista, extradição , brasileiro

Um brasileiro, suspeito de ser o líder de uma das maiores quadrilhas de contrabando de cigarro do Brasil, preso no Paraguai, foi entregue à Polícia Federal na noite desta sexta-feira (24).

Conforme as investigações, ele é o chefe de uma das principais organizações criminosas que atuam na região da fronteira.

De acordo com a Polícia Federal, o brasileiro foi expulso pelo Paraguai. A extradição foi concluída na última noite. Assim, a entrega foi efetuada no Ponte Internacional da Amizade, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná.

O suspeito foi o principal alvo da Operação Contorno Norte. A ação da Polícia Federal foi deflagrada em Maringá, no norte do Paraná, em junho do ano passado.

O contrabandista brasileiro encontrava em Assunção desde quando foi preso pela Interpol (Polícia Internacional) no aeroporto da capital do Paraguai.

OPERAÇÃO CONTORNO NORTE MIRA CONTRABANDO NA FRONTEIRA COM O PARAGUAI

De acordo com as investigações da Polícia Federal, grande parte das carretas utilizadas para contrabando são oriundas de furtos ou roubos, com posterior clonagem das placas.

A quadrilha suspeito chegou a utilizar 6.700 linhas telefônicas cadastradas em nome de terceiros para a prática do crime.

Os alvo da Operação Contorno Norte respondem por organização criminosa, contrabando, receptação qualificada, adulteração de sinal identificador de veículo automotor, falsidade ideológica e corrupção ativa.

Além disso, também podem ser responsabilizados por homicídio culposo e lesão corporal culposa.

Previous ArticleNext Article