Governo de São Paulo diz que vacinação contra a covid-19 começa no dia 25 de janeiro

Vinicius Cordeiro

coronavac doria são paulo vacina covid-19 vacinação governo

O governo de São Paulo apresentou hoje (7) o cronograma para a vacinação contra a covid-19. Conforme o calendário, a população poderá receber a vacina Coronavac a partir do dia 25 de janeiro. No entanto, a vacina, produzida no Brasil pelo Instituto Butantan, ainda precisa da aprovação por parte da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Os grupos prioritários serão os profissionais de Saúde, pessoas com mais de 60 anos e grupos vulneráveis como indígenas e quilombolas.

“Todo e qualquer brasileiro que estiver em solo do estado de São Paulo e pedir a vacina, receberá a vacina gratuitamente. Ele não precisará comprovar residência em São Paulo. Fazemos parte do Brasil e respeitamos todos os brasileiros”, disse o governador João Doria (PSDB).

A expectativa é que o último estudo sobre a eficácia da vacina seja divulgado até a semana que vem. Depois disso, o governo de São Paulo espera ter o registro quase imediato por parte da Anvisa.

Vale lembrar que a Coronavac terá aplicação de duas doses, de forma gratuita. Conforme o cronograma, serão 5.200 postos de vacinação (já existentes) nos 645 municípios paulistas. Existe ainda um plano para que o número de postos suba a 10 mil, inserindo escolas, quartéis da PM (Polícia Militar), estações de trem, farmácias e terminais de ônibus.

CALENDÁRIO DO GOVERNO DE SÃO PAULO PARA VACINAÇÃO DA CORONAVAC

Confira o cronograma divulgado pelo governo de São Paulo. Outras etapas da vacinação ainda serão definidas e divulgadas:

  • Profissionais da Saúde, indígenas e quilombolas: 25 de janeiro e 15 de fevereiro.
  • 75 anos ou mais: 8 de fevereiro e 1º de março.
  • De 70 a 74 anos: 15 de fevereiro e 8 de março.
  • De 65 a 69 anos: 22 de fevereiro e 15 de março;
  • De 60 a 64 anos, 1º de março e 22 de março.

Segundo a revista The Lancet, a Coronavac produz resposta imune em 97% dos casos. Além disso, o estado de São Paulo ainda confia na vacina por conta das experiências de outros países. A China já promove a vacinação contra a covid-19 e já conta com 60 mil pessoas imunizadas. Já a Indonésia e a Turquia também devem iniciar as vacinações entre dezembro de 2020 e janeiro de 2021.

Previous ArticleNext Article