Coronavírus: após quarentena, 5 paranaenses repatriados voltam para casa

Redação

paranaenses, repatriados, china, wuhan, coronavírus, quarentena, isolamento, anápolis, fab, ministério da saúde, casa, paraná, curitiba, ponta grossa

Os cinco paranaenses repatriados da China devido ao surto do novo coronavírus voltaram para casa neste domingo (12). Eles desembarcaram no Paraná após 14 dias de isolamento.

Ao final da quarentena, os paranaenses pegaram avião da FAB (Força Aérea Brasileira). A aeronave pousou no final da tarde de ontem no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba.

Durante o período de isolamento, assim como os demais brasileiros repatriados, os paranaenses passaram por baterias de exames e monitoramento constante que descartaram qualquer traço de infecção pelo novo coronavírus.

Todos receberam um certificado do Ministério da Saúde que comprova o bom estado de saúde. Assim, se futuramente apresentarem sintomas como febre e tosse, os casos não serão tratados como suspeitos do novo coronavírus.

PARANAENSES REPATRIADOS

Conforme o Ministério da Saúde, 34 brasileiros foram repatriados da China. Eram pessoas que estavam na província de Wuhan, considerada o epicentro da nova contaminação.

Além disso, outras 19 pessoas faziam parte da equipe de quarentena. Portanto, a base aérea de Anápolis, em Goiás, foi frequentada por 53 pessoas em isolamento.

Um dos paranaenses contou em entrevista à Rádio Bandeirantes que a rotina era preenchida por atividades físicas e culturais. Uma das preocupações do Ministério da Saúde era criar distrações para que o tempo passasse mais rápido para os isolados.

“A gente tem uma rotina normal, pode sair, fazer caminhadas. Eu gosto de acordar cedo para tomar café, mas temos seis refeições à disposição durante o dia. Passaram algumas atividades, filmes, teatro. Estão sempre tentando fazer com que a rotina passe o mais rápido possível”, contou a modelo paranaenses Adrielly Eger, uma das paranaenses repatriadas.

“Gostaria muito que as pessoas entendessem que não somos um risco. Apenas estávamos lá, na China, mas depois desses 18 dias [em isolamento] isso não faz e menor diferença. Estamos bem e não representamos riscos”, pontuou.

CORONAVÍRUS NO BRASIL

Conforme o Ministério da Saúde, há apenas um caso suspeito do novo coronavírus no Brasil.

O Paraná teve três suspeitas, todas descartadas após exames clínicos e laboratoriais. Foram duas suspeitas em Curitiba e uma em Ponta Grossa, nos Campos Gerais.

Previous ArticleNext Article