CPI do Feminicídio deve ser instaurada na Assembleia Legislativa do Paraná

Alexandra Fernandes

estupros brasil

Uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dever ser aberta na Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) para investigar as razões do elevado número de casos de feminicídio, homicídio em razão do gênero, bem como buscar elementos para subsidiar políticas públicas para a redução de violência contra a sociedade paranaense. De acordo com a deputada Cantora Mara Lima (PSC), que pediu a abertura da CPI,dados do Ministério Público do Paraná, mostram que só em 2018 foram 131 denúncias de feminicídio. “Isso significa 80% dos inquéritos policiais abertos no estado de um total de 168 casos policiais. Algo de muito errado está acontecendo e queremos investigar o quanto antes”, destacou a parlamentar que é a presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da casa.

Na terça-feira (16) a Alep abriu o prazo para indicações de membros para a instalação da CPI, que deve ser composta por sete deputados. O prazo de indicações é de três sessões. A expectativa é de iniciar a comissão ainda no mês de abril. A CPI do Feminicídio terá de 120 dias para trabalhar.

 

Previous ArticleNext Article