Política
Compartilhar

Defesa pede liberação à Justiça para Lula ir a funeral de irmão

Os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva encaminharam um pedido  para a juíza Carolina Lebbos, da 12ª Var..

Andreza Rossini - 29 de janeiro de 2019, 17:51

Os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva encaminharam um pedido  para a juíza Carolina Lebbos, da 12ª Vara Federal de Curitiba, para que Lula possa ir ao funeral do irmão, Genival Inácio da Silva - Vavá -, que faleceu nesta terça-feira (29), devido a um câncer de pulmão, aos 79 anos.

O velório e o sepultamento vão ocorrer no Cemitério Paulicéia, em São Bernardo do Campo (SP).

"O pedido se pauta por clara correlação fática à previsão legal, que expressamente prevê o direito do cidadão em situação de encarceramento sair temporariamente do estabelecimento em que se encontra na hipótese de falecimento do irmão - como é o caso - dentre outras", alega a defesa.

Os advogados lembraram que o pedido de licença para participar do funeral do advogado Singmaringa Seixas foi negado devido a ausência de grau de parentesco, além de declarar urgência no pedido, já que o velório se inicia na tarde de hoje.

Vavá

O irmão de Lula foi internado em um hospital de São Paulo para tratamento na última semana, mas não resistiu ao câncer de pulmão. Vavá foi um dos irmãos mais próximos do ex-presidente.