Deltan vira alvo de bolsonaristas após elogiar RenovaBR: ‘esquerdista’

Angelo Sfair

luiz fux, deltan dallagnol, cnmp, conselho nacional do ministério público, liminar, lava jato

O procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa Lava Jato no MPF do Paraná, virou alvo de conservadores e bolsonaristas após fazer um elogio ao RenovaBR. Um dos responsáveis pela prisão do ex-presidente Lula, Deltan recebeu uma série de críticas e também foi chamado de “esquerdista“.

Pelo Twitter, o procurador chefe da Lava Jato no Paraná afirmou que apoia equipes preparadas para fazer leis e administrar o país. “O curso do RenovaBR hoje é referência na preparação de futuros candidatos. Independentemente de posição política, é uma questão de cidadania”, escreveu, às 18h desta quarta-feira (15).

Até a publicação desta reportagem, havia 2,8 mil respostas ao tweet. As réplicas de maior repercussão são de críticas a Deltan e, sobretudo, ao RenovaBR. Bolsonaristas e conservadores acreditam que a organização tem um viés ideológico à esquerda.

Um dos argumentos citados pelos críticos foi o episódio no qual alunos do RenovaBR puxaram um coro de “Lula Livre” durante a festa de formatura. Isso aconteceu no final do ano passado e foi relatado pela jornalista Monica Bergamo.

DELTAN É CRITICADO POR BOLSONARISTAS: ‘ESQUERDISTA’

“Que vergonha!! Vc apoiando um curso de “Lula livre” ??‍♂️, diz uma das respostas a Deltan Dallagnol. “Vou colocar no cantinho de ‘caneladas’ pq ninguém é perfeito ?”, escreveu outra admiradora.

Outros seguidores do procurador chefe da Operação Lava Jato no Paraná acreditam que o comentário indica uma revelação ideológica.

“Enfim, Deltan se assumiu. É um progressista que compactua com a agenda globalista”, escreveu um usuário decepcionado, em tom conspiratório.

Deltan é esquerdista gente…“, cravou outra.

deltan dallagnol, operação lava jato, deltan, lava jato, renovabr, renova, renova br, esquerdita, jair bolsonaro, twitter, tweet, esquerda
Deltan é criticado e chamado de ‘esquerdista’ na internet. (Reprodução/Twitter)

Apoiado por liberais, RenovaBR não assume bandeiras ideológicas

Elogiado por Deltan Dallagnol, o RenovaBR se apresenta como “a maior escola de democracia do Brasil”. A entidade seleciona pessoas dispostas a ser qualificar para formar novos líderes políticos.

Conforme a organização, processos seletivos, cursos de formação e programas de mobilização estão presentes em todas as regiões do Brasil. De acordo com o RenovaBR, mais de 35 mil pessoas mostraram interesse em participar da escola.

Ainda de acordo com o grupo, desde a criação da escola, em 2017, foram formados 133 alunos. Mais de 1.400 alunos estão em formação.

A organização elogiada por Deltan Dallagnol já elegeu 17 alunos, como por exemplo Tabata Amaral (PDT-SP), Vinicius Poit (REDE-SP), Joênia Wapichana (REDE-RR) e Marcelo Calero (Cidadania-RJ), todos deputados federais.

Outro lado

Procurado pela reportagem, o procurador Deltan Dallagnol preferiu não se manifestar sobre o caso.

Em nota enviada ao Paraná Portal, o RenovaBR afirmou que trata de uma escola independente e suprapartidária com alunos filiados a mais de 30 partidos brasileiros. Além disso, muitos estão sem filiação partidária.

De acordo com o RenovaBR, é natural, em um contexto de polarização, que alguns perfis mais extremos não lidem bem com isso. “Acusações deste tipo ocorrem rotineiramente e não estão restritas a um ou outro lado de espectro político. Em uma busca rápida nas redes sociais, é fácil encontrar falsas associações do nosso trabalho tanto a ideologias de esquerda quanto de direita. Reafirmamos, no entanto, que não nos associamos a partidos, agendas ou projetos específicos”.

Conforme a nota, o RenovaBR “fica muito satisfeito em contar com o apoio de uma figura pública de grande expressão como o procurador Deltan Dallagnol, sobretudo no contexto de divulgação do nosso processo seletivo”.

Previous ArticleNext Article