Deltan Dallagnol entra com ação indenizatória contra ministro Gilmar Mendes

Ana Cláudia Freire

deltan dallagnoll lava jato stf ministro gilmar mendes ação cnmp

O procurador da República e coordenador da força-tarefa da Lava Jato, em Curitiba, Deltan Dallagnol, entrou com uma ação indenizatória contra o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Gilmar Mendes.

Na ação indenizatória por danos morais, Deltan pede o valor de R$ 59 mil por ofensas que teriam sido feitas pelo ministro ao procurador e ao grupo da força-tarefa.

A notícia foi divulgada na manhã desta segunda-feira pelo UOL.

Na ação, movida na semana passada, Deltan aponta que em entrevista concedia à Rádio Gaúcha, no último dia 07, o ministro Gilmar Mendes, teria ofendido o procurador da República, afirmando que a força-tarefa da Lava Jato seria uma uma organização criminosa, formada por “gente muito baixa, muito desqualificada”, indicado que os procuradores seriam criminosos.

UNIÃO

A ação foi movida contra a União, com pedido de que seja exercido direito de regresso contra Gilmar Mendes. Neste caso, a União paga a multa se for condenada e poderá cobrar o valor do ministro.

O ministro Gilmar Mendes não se manifestou sobre o assunto.

Previous ArticleNext Article
Avatar
Jornalista - Chefe de Redação do Paraná Portal