Deputados discutem novo modelo de pedágio no Paraná

Lucian Pichetti - CBN Curitiba

tarifa pedágio econorte

O deputado estadual Luiz Claudio Romanelli (PSB) – que integra a Frente sobre o Pedágio da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) – e o deputado federal paranaense e líder do Governo na Câmara Ricardo Barros (PP), se reuniram, nesta segunda-feira (9) para debater o novo modelo de pedágio a ser implantado no Paraná a partir de 2021.

No ano que vem vencem os contratos das concessionárias que hoje administram 2,5 mil quilômetros do Anel de Integração.

De acordo com Romanelli, há uma sintonia entre os deputados federais e estaduais paranaenses, que defendem um modelo de pedágio com tarifas baixas e mais obras.

Pelos estudos do governo federal, o novo pedágio do Paraná englobará 3,8 mil quilômetros de estradas federais e estaduais divididas em oito lotes. O ponto de debate é como será feita a licitação: a primeira opção, proposta pela União, é uma concorrência híbrida, onde ganha a empresa que oferece um desconto pré-fixado e um valor em dinheiro.

Já os deputados estaduais e federais defendem que os vencedores sejam definidos pelo maior desconto nas tarifas.

Previous ArticleNext Article