Ex-presidente Dilma visita Lula em Curitiba

Mariana Ohde

A ex-presidente Dilma Rousseff esteve em Curitiba nesta quinta-feira (11) para uma visita ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na Superintendência da Polícia Federal, no bairro Santa Cândida. Esta é a terceira vez que Dilma visita Lula desde sua prisão, no dia 7 de abril de 2018.

“Foi uma visita muito comovente porque sempre é muito difícil de ver uma pessoa que é inocente presa”, disse Dilma ao fim da visita. Ela também comentou os recentes vazamentos de conversas da força-tarefa da Operação Lava Jato e do ex-juiz federal Sergio Moro na imprensa. “É claro o interesse em retirá-lo do processo eleitoral. Tem uma confissão pós-fato, que é a ida do juiz que o condena para o ministro da Justiça daquele beneficiado pela condenação do Lula, porque o Lula foi tirado do processo eleitoral”. Dilma também afirmou que acredita que a “Justiça será feita”.

Segundo ela, o assunto não foi comentado durante a visita, mas classificou os vazamentos como “bastante comprometedores”. “A Justiça só merece o nome de Justiça se é imparcial”, disse. “Um juiz que é capaz de funcionar como, em uns momentos, assistente da acusação e, em outros, como dirigente da acusação, não é imparcial”.

A ex-presidente também comentou a reforma da Previdência, afirmando que seu temor, em relação a ela, é o “empobrecimento dos idosos no Brasil”. “Você vai ver aposentados, que chegaram ao fim de sua vida de trabalho, e não têm recursos suficientes para sobreviver”, lamentou. “Por que dão condições de aposentadoria melhores para alguns seguimentos da população e não para outros? A gente tem que se preguntar por quê”.


A ex-presidente fez a visita acompanhada pela escritora espanhola Pilar del Río, que é presidente da Fundação José Saramago e viúva do escritor. “É bom ver que ele está lúcido e exercendo sua liderança, não só no Brasil, mas no mundo”, disse a escritora, na saída. Ela também ressaltou a repercussão positiva que programas sociais criados no governo de Lula têm ainda na Europa, entre eles, o Minha Casa Minha Vida e Fome Zero.

Ao final das declarações, a ex-presidente se dirigiu às pessoas que estavam no local. Veja na íntegra:

A visita ocorreu às 16h. Em seguida, ambas conversaram com a imprensa e os presentes na Vigília Lula Livre, movimento mantido nos arredores da Superintendência da Polícia Federal desde a prisão de Lula, há 15 meses.

O ex-presidente já foi condenado a cerca de 25 anos de prisão em dois processos da Operação Lava Jato. Ele foi detido após sentença no caso do triplex do Guarujá (SP).

Post anteriorPróximo post
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal