Documento entregue por Frota a ministro não trata de educação

Narley Resende


Rafael Moro Martins, Livre.Jor

O ator Alexandre Frota e o empresário Marcello Reis, auto-denominado líder do grupo Revoltados Online, entregaram na audiência com o ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM-PE), um documento endereçado ao presidente em exercício Michel Temer (PMDB).

Conforme resposta a um pedido de informações formulado pelo coletivo de jornalistas paranaenses Livre.jor, divulgada nessa segunda-feira (27), o texto apresenta uma série de 12 demandas ao governo interino.

Antes, registra que “as ruas” (sic) “têm todo o interesse em que o desempenho de Vossa Excelência nesse mister seja o mais bem-sucedido possível, assim entendido o retorno do País à normalidade política, econômica, social etc.”

Nenhum dos itens do documento, porém, versa sobre de assuntos da alçada de Mendonça Filho no governo – a educação. Leia a íntegra aqui.

“Informamos que não há outros documentos a serem fornecidos tendo em vista a não produção da ata de reunião”, diz a resposta enviada a nós, via Lei de Acesso à Informação, pelo Ministério da Educação. Assim, não se sabe que propostas sobre o sistema educacional brasileiro podem ter sido entregues a Mendonça Filho.

Além de Reis e Frota, assinam o documento a ex-procuradora de Justiça do governo do Distrito Federal Beatriz Kicis, o advogado Júlio Casarin, Claudia Castro, Meire Lopes – apontadas à época do encontro como integrantes do movimento Escola Sem Partido.

O encontro entre Frota, Reis e o ministro foi realizado em 25 de maio passado.

Leia a matéria completa

Captura-de-Tela-2016-06-27-às-20.52.37

Previous ArticleNext Article