Política
Compartilhar

Eleições 2022: Veja quem são os pré-candidatos a governador do Paraná

Ratinho Junior tenta a reeleição enquanto Roberto Requião tenta voltar ao cargo: Veja a lista dos oito pré-candidatos para governador do Paraná. 

Vinicius Cordeiro - 21 de maio de 2022, 09:30

(Arnaldo Alves/AEN)
(Arnaldo Alves/AEN)

Oito nomes já foram divulgados como pré-candidatos a governador do Paraná - veja todos os nomes e quem são!

LISTA DOS PRÉ-CANDIDATOS AO GOVERNO DO PARANÁ NAS ELEIÇÕES 2022

Filho do apresentador Ratinho, o atual governador do Paraná tem 41 anos e é filiado ao PSD. 

Formado em Marketing e Propaganda, foi eleito deputado estadual em 2022 e depois teve dois mandatos como deputado federal. Na administração estadual, Ratinho Junior atuou na chefia da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano do Paraná (SEDU) durante a gestão do ex-governador Beto Richa.

Em 2018, venceu a eleição para governador do Paraná no primeiro turno.

Requião tem longa trajetória na política e volta a disputar o cargo de governador aos 81 anos e filiado ao PT (Partido dos Trabalhadores). 

Em 2018, perdeu a eleição para senador. No entanto, já exerceu dois mandatos no Senado Federal,  além de ter sido deputado estadual e prefeito de Curitiba. 

Formado em Jornalismo e Direito, Roberto Requião está com apoio do ex-presidente Lula e tenta desbancar o favoritismo de Ratinho Junior.

Deputado estadual e prefeito da cidade de Guarapuava durante dois mandatos, Silvestri Filho tem 41 anos e mudou de partido neste ano. Ele era filiado ao Podemos e ingressou no PSDB para disputar as eleições ao governo do Paraná.

Professor, Flávio Arns tem 71 anos e também é experiente na política. Atual senador pelo Podemos, foi deputado federal em três mandatos seguidos, teve papel como vice-governador de Beto Richa em 2010.

Com o trabalho voltado para pessoas com deficiência, Flávio Arns também foi presidente da Federação Nacional das APAE e da Associação Brasileira de Desportos de Deficientes Mentais.

Apoiador ferrenho do presidente Jair Bolsonaro, o atual deputado federal ganhou destaque como integrante do MBL (Movimento Brasil Livre) em 2016.

Nascido em Londrina e advogado, Filipe Barros já foi vereador e é filiado ao PL (Partido Liberal). 

Ex-vereador de Londrina e ex-deputado federal, Eduardo Petriv é mais conhecido como Boca Aberta.

Em 2017, ele teve o mandato de vereador cassado por quebra de decoro parlamentar. O processo o deixou inelegível pelo prazo de oito anos, mas, em 2018, ele teve a candidatura registrada por força de uma liminar concedida pelo TJ-PR (Tribunal de Justiça do Paraná) que suspendeu os efeitos da cassação. Assim, conseguiu se eleger deputado federal.

Contudo, ele voltou a ser cassado - desta vez pelo TSE, por causa da cassação enquanto vereador. Boca Aberta é conhecido por propostas polêmicas, como amputar as mãos de políticos condenados por crimes de abuso de poder ou corrupção.

Candidata do PSOL, Angela Machado ficou conhecida na defesa dos professores no confronto com a polícia realizado no dia 29 de abril de 2015. A classe protestava contra a reforma da Previdência e o episódio acabou marcado como "Batalha do Centro Cívico" e deixou mais de 200 pessoas feridas.

Angela já disputou eleições para vereadora e deputada estadual, mas não foi eleita nenhuma vez até hoje.

Professora de música e nascida em Maringá (PR), Solange Bueno nunca concorreu a um cargo na política e tem sua primeira corrida eleitoral neste ano.

RATINHO JUNIOR É FAVORITO COM REQUIÃO ATRÁS, APONTAM PESQUISAS

Nas primeiras pesquisas de intenção de voto, o atual governador do estado, Ratinho Júnior (PSD), aparece como o favorito na corrida eleitoral, seguido do ex-governador Roberto Requião (PT).

A pesquisa feita pelo instituto IRG, divulgado nesta última quinta-feira, mostra ampla vantagem de Ratinho Junior.

Foram feitos dois cenários diferentes: uma corrida com a presença do senador Flávio Arns (Podemos) e outra sem. Ratinho vence em ambas.

Com Arns, o atual governador do Paraná teria 52,8% dos votos, o que garantiria a vitória do atual governador ainda no primeiro turno. Requião apareceu em segundo, com  20,2%, e Arns em terceiro, com 7,2%.

Já o segundo cenário é ainda mais favorável para Ratinho Junior. Ele teria 55,3% dos votos contra 21% de Roberto Requião. 

A pesquisa eleitoral do IRG, registrada no TSE, contou com 1.500 entrevistas em todo o Paraná entre os dias 14 e 17 de maio. A margem de erro é de 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos.