Política
Compartilhar

Em mensagem de Natal, Secom cita católicos e bicentenário da Independência

A Secom (Secretaria de Comunicação) do governo Bolsonaro divulgou uma mensagem de Natal nas redes sociais citando o fato..

UOL/Folhapress - 25 de dezembro de 2021, 12:25

Reprodução/@secomvc
Reprodução/@secomvc

A Secom (Secretaria de Comunicação) do governo Bolsonaro divulgou uma mensagem de Natal nas redes sociais citando o fato do Brasil ser o país com mais católicos e ainda o bicentenário da Independência do Brasil.

Na mensagem, o órgão cita um trecho bíblico: "Um menino nasceu para nós, e um filho nos foi dado e foi posto o principado sobre o seu ombro. (Isaías 9,6)".

"A profecia de Isaías se cumpriu no nascimento de Jesus Cristo, cuja Doutrina foi fundamental para a construção do Brasil", completa a mensagem, que termina dizendo que "o Brasil é o maior país católico do mundo e concentra 10% da população católica mundial".

Nesta sexta-feira (24), o presidente Jair Bolsonaro (PL) fez um rápido pronunciamento em rede nacional, ao lado da primeira-dama, Michelle Bolsonaro. Ele citou "muitas dificuldades" enfrentadas pelo seu governo ao longo do ano, mas sem detalhar quais foram. Em bairros de São Paulo e do Rio de Janeiro, a transmissão foi acompanhada de panelaço.

"Estamos finalizando mais um ano. Um ano de muitas dificuldades. Contudo, não nos faltaram seriedade, dedicação e espírito fraterno no planejamento e na construção de políticas públicas em prol de todas as famílias", disse Bolsonaro.

O discurso natalino do casal durou um minuto e 11 segundos. Michelle Bolsonaro falou mais que o marido -foram 41 segundos da primeira-dama e 30 segundos do presidente. Nem o presidente nem Michelle mencionaram nominalmente a pandemia de Covid-19.