Política
Compartilhar

Ex-secretária de Saúde de Foz deve disputar a Assembleia Legislativa

Rosa Lima, ex-secretária da Saúde de Foz do Iguaçu é pré-candidata a deputada estadual pelo MDB. O lançamento de sua pré-candidatura será dia 27, em Foz.

Redação - 17 de maio de 2022, 18:05

Foto/Divulgaçao
Foto/Divulgaçao

 

O MDB ganha um reforço na área sanitária com o lançamento da candidatura da ex-secretária de Saúde de Foz do Iguaçu, Rosa Maria Jeronymo Lima, que deverá disputar uma vaga na Assembleia Legislativa no dia 2 de outubro. O evento acontece dia 27, as 19 horas, no Hotel Golden Park Internacional, em Foz.

Rosa  faz parte do grupo de profissionais de saúde que ganharam visibilidade no combate à covid. Da lista estão o médico Daniel Soranz (PSD), ex-secretário de Saúde do Rio de Janeiro, a enfermeira Márcia Huçulak (PSD), ex-secretária de Saúde de Curitiba; e o ex-secretário de Saúde do Paraná, o médico Beto Preto (PSD),

Rosa Maria Jeronymo Lima é servidora pública municipal há 28 anos, ex-coordenadora do Programa DST/Aids, especialista em saúde pública, administração pública de saúde e saúde da família. Chefiou a Secretaria Municipal de Saúde durante 15 meses - de janeiro de 2021 a março de 2022 - período mais agudo da pandemia e de enfrentamento da covid.

"O maior desafio da minha vida”, diz a psicóloga sobre sua gestão à frente da Secretaria da Saúde. Rosa Maria coordenou as ações de combate ao coronavírus quando os casos chegaram a mais de 300 por dia e a ocupação de leitos de UTI do Hospital Municipal Padre Germano Lauck chegou a 100%.

Desafio

"Mesmo no pior momento da pandemia, não deixamos ninguém sem assistência. E isso aconteceu porque investimentos em estruturas fundamentais no pior momento, como as quatro ampliações no hospital e os 53 leitos de UTI. Hoje, temos um hospital de ponta e o nosso principal desafio é a sua manutenção, tanto do ponto de vista de recursos humanos, quanto de equipamentos e insumos", defende Rosa Maria.

Rosa Maria afirma ainda que também foi necessário reorganizar os atendimentos nas Unidades Básicas de Saúde e nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA), e planejar a testagem. O resultado dos esforços possibilitou a Foz ampliar a vacinação e se tornou uma das primeiras cidades a completar o ciclo vacinal com a primeira e segunda doses.

Fortalecimento

Em março, a psicóloga se filiou ao MDB e é apontada pelo partido como uma das fortes candidatas para eleição para a Assembleia Legislativa. 

A filiação de Rosa Maria, segundo o presidente Licério Santos, representa a retomada do protagonismo político do MDB que começou com a filiação do ex-vice-prefeito Nilton Bobato (atual secretário municipal de Administração) e da eleição da vereadora Yasmin Hachem, 2,228 votos, também pré-candidata à deputada federal para eleição de outubro.

"Rosa Maria fortalece o MDB é um nome forte do partido para as eleições de 2 de outubro. Já demonstrou capacidade técnica, de gestão e liderança. Rosa é uma pessoa rigorosa do ponto de vista do trato com a coisa pública, tem pulso firme para coordenar e sabe tomar decisões", disse o presidente estadual do MDB, deputado Anibelli Neto.

 

Leia também:
MP denuncia ex-prefeito de São Miguel do Iguaçu por dispensa de licitação
Política
MP denuncia ex-prefeito de São Miguel do Iguaçu por dispensa de licitação

Redação

17 de maio de 2022, 17:04

WhatsApp bane contas que dispararam mensagens a favor de Cesar Silvestri Filho
Política
WhatsApp bane contas que dispararam mensagens a favor de Cesar Silvestri Filho

Redação

17 de maio de 2022, 15:12

Senado aprova dedução no IR para compra de remédios
Política
Senado aprova dedução no IR para compra de remédios

Redação

17 de maio de 2022, 14:20

« arraste para o lado »