Ex-ministro diz que governo Temer viola os direitos humanos

Roger Pereira


Em visita à vigília dos apoiadores de Lula em frente a Polícia Federal do Paraná, em Curitiba, o ex-ministro da Secretaria Especial de Direitos Humanos do governo Lula Nilmário Miranda afirmou que o governo Michel Temer está acabando com as políticas públicas de promoção dos direitos humanos e violando diariamente a Constituição.

“Com o golpe, se perdeu tudo. Depois de 21 anos de ditadura, foi feito um pacto no Brasil, para vivermos numa democracia, com a Constituição de 1988. Agora, ela está sendo sabotada dia a dia, a começar por seu artigo primeiro, que estabelece que “todo poder emana do povo”. Esse poder do povo se exerce por democracia direta, por democracia participativa e por eleições livres. E nada disso está acontecendo. Então os direitos ficam no papel. Direitos humanos só transformam a cidadania se houver participação social. Hoje, direitos humanos é apenas retórica”.

Ele lembra que até mesmo a pasta dos Direitos Humanos chegou a ser extinta por Temer. “Esse que se diz presidente extinguiu a secretaria de direitos humanos. Depois, voltou atrás, por conta da reação mundial, mas só para dizer que tem. Isso não é direitos humanos. Quem tira direitos trabalhistas (um direito essencial, ao trabalho decente), quem sabota o SUS (e o direito à saúde), quem sabota a cultura, retira o dinheiro da universidade pública, reduz os programas de ensino infantil. Tudo é sabotagem aos direitos humanos. Com a democracia em risco, pois vivemos em um estado de exceção, todos os direitos humanos estão ameaçados”, afirmou.

Previous ArticleNext Article
Roger Pereira
Repórter do Paraná Portal