Política
Compartilhar

Ex-ministro diz que Lula tinha dúvidas em comprar sítio de Atibaia

O ex-chefe do gabinete pessoal de Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-ministro Gilberto Carvalho, disse, em depoimento  ao j..

Jordana Martinez - 09 de maio de 2018, 16:45

Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

O ex-chefe do gabinete pessoal de Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-ministro Gilberto Carvalho, disse, em depoimento  ao juiz federal Sergio Moro, que Lula chegou a ficar em dúvida se comprava ou não o sítio de Atibaia, já que era "muito longe".

O ex-presidente é acusado de receber propina de empreiteiras por meio de obras no sítio, que era frequentado por ele e sua família.

Segundo Gilberto Carvalho, o ex-presidente só soube do sítio de Atibaia em 15 de janeiro de 2011, depois que deixou o mandato.

O ex-ministro reproduziu o que Lula teria dito a ele: “Marisa gosta muito daqui e o Fernando (Bittar) está até disposto a vender pra gente, mas não sei se é o caso, porque essa chácara é muito longe, eu preferia alguma coisa mais perto", afirmou a Moro.

Gilberto Carvalho afirmou ainda que Lula disse que o empresário Fernando Bittar, dono do imóvel, liberou o local para uso do ex-presidente.

“Eles estavam no Guarujá de férias e a Marisa chamou dizendo que havia uma surpresa pra ele, que era o Fernando oferecendo uma chácara para eles usarem como quisessem”, disse.

https://www.youtube.com/watch?v=c0xjcaPA6i0