Ex-presidente de Câmara é condenado a 23 anos de prisão

Andreza Rossini


O ex-presidente da Câmara e atual vereador de Apucarana, no norte do Paraná, Alcides Ramos Junior, foi condenado a cerca de 23 anos de prisão por uma série de fraudes cometidas para desvio de dinheiro público, entre 2009 e 2012, quando ocupou a presidência da Casa.

O juiz também determinou a perda do mandado do vereador na Câmara.

Ele foi denunciado por desvio de dinheiro com notas fiscais frias, fraudes com lavagem de carros oficiais, gastos irregulares com publicidade e irregularidades na compra de pneus, peças para carros, alimentos, gás e tintas.

Ramos renunciou ao cargo de vereador em 2012, mas no mesmo ano se candidatou e foi eleito. Em fevereiro de 2013 ele foi preso, mas tomou posse do cargo com autorização da justiça.

A decisão do juiz José Roberto Silvério, da 2ª Vara Criminal do município foi publicada na sexta-feira (8) e ainda cabe recurso.

Previous ArticleNext Article