Política
Compartilhar

Farsa jurídica e violência política, questiona Gleisi no Senado

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) aproveitou o tempo de pronunciamento no plenário do Senado durante o interrogatório d..

Jordana Martinez - 29 de agosto de 2016, 17:12

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) aproveitou o tempo de pronunciamento no plenário do Senado durante o interrogatório de Dilma Roussef para questionar o impeachment. Segundo a senadora, o julgamento é "fruto de uma farsa jurídica e uma violência política, um atentado à Constituição brasileira".

A ex-ministra-chefe da Casa Civil voltou a questionar a capacidade do Senado para julgar a presidenta. ”O que nos dá o direito de julgá-la, de apontar-lhe os dedos, se a crise política e econômica que nós estamos vivendo teve muita da colaboração deste Parlamento, do Congresso, dos senhores senadores que estão sentados nessas bancadas?”, questionou a senadora.

Gleisi aproveitou a oportunidade para provocar ex-ministros de governos petistas que já declararam o votar pró-impeachment. Ela enumerou investimentos em diversas regiões e citou nominalmente alguns dos ex-ministros. “Nós também tivemos obras importantes. No Rio Grande do Norte do ex-ministro Garibaldi Alves, o Aeroporto de São Gonçalo do Amarante e a duplicação da BR-101. No Amazonas do ex-ministro Eduardo Braga, os terminais hidroviários. Em Pernambuco do ex-ministro Fernando Bezerra, a integração do Rio São Francisco, a construção da Transnordestina. E, em São Paulo da ex-ministra Marta Suplicy, a construção do Rodoanel. Inúmeros investimentos”, afirmou a senadora.

Acompanhe: