Favorito à reeleição, Kireeff confirma que não vai disputar a prefeitura de Londrina

Fernando Garcel


Apesar das chances de reeleição, o prefeito Alexandre Kireeff (PSD) anunciou que não vai continuar na vida política a partir do próximo ano. Eleito em Londrina, no Norte do Paraná, Kireeff, que já havia comentado sobre essa possibilidades nos últimos meses, confirmou a decisão por meio de uma transmissão ao vivo pelo Facebook na noite de segunda-feira (13).

O prefeito diz estar indeciso sobre seu futuro, mas garantiu que a única certeza, por enquanto, é deixar o comando do Executivo de Londrina. “Eu sei que quero trabalhar com muito afinco e dedicação até o final desta gestão, deste mandado. Eu acredito que um novo nome possa dar um novo dinamismo à prefeitura”, diz.

Segundo ele, a intenção é criar novas lideranças e evitar os políticos de carreira. “Se nós tivermos mais lideranças e mais espaço a gente começa a mudar esse país. Porque se a gente for esperar que o país mude só com os políticos tradicionais, esses de políticos de carreira, os políticos profissionais, não vai mudar”, afirma.

Em abril, a rádio Paiquerê AM divulgou uma pesquisa, contratada pelo Instituto Multicultural, mostrando que o atual prefeito tem 65% de avaliação ‘ótimo e bom’.

Ele entraria na disputa com 28% das intenções de voto, contra 27% de Marcelo Belinati, o herdeiro político do ex-prefeito Antônio Belinati, que administrou a cidade durante três mandatos, nas décadas de 70, 80 e 90.

Com Kireeff fora da disputa, o deputado federal Marcelo Belinati vai a 41% das intenções de voto, enquanto que todos os outros candidatos juntos somam apenas 16,5% – o que garantiria a Belinati a vitória ainda no primeiro turno.

Previous ArticleNext Article