Política
Compartilhar

Federação Nacional dos delegados da PF apoia transferência de Lula para presídio

A Federação Nacional dos Delegados da Polícia Federal emitiu nota, na manhã desta sexta-feira (27), afirmando que apoia ..

Andreza Rossini - 27 de abril de 2018, 12:23

Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil
Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

A Federação Nacional dos Delegados da Polícia Federal emitiu nota, na manhã desta sexta-feira (27), afirmando que apoia a iniciativa dos delegados do Paraná que pede a transferência do ex-presidente Lula, preso na sede da PF em Curitiba, para o Complexo Médico Penal de Pinhais, na região metropolitana, onde estão os outros presos da operação.

Segundo a entidade, os núcleos de custódia da polícia não são estabelecimentos profissionais, ou seja, são custódias temporárias e não indicadas para a efetivação da prisão de réus já condenados.

A superintendência da PF em Curitiba alegou que já gastou R$ 150 mil para manter a prisão de Lula e pediu "um estabelecimento prisional adequado para o cumprimento da pena imposta", na última terça-feira (24).

De acordo com o oficio anexado ao processo, "tem-se uma perspectiva de gastos de aproximadamente R$ 300 mil" no mês com diárias de policiais, passagens e deslocamentos de pessoal de outras unidades para reforçar a segurança da superintendência.

No documento, a PF apresentou preocupação em relação ao evento unificado de centrais sindicais que vai acontecer em Curitiba, no feriado do Dia do Trabalhador. Entre outras reivindicações, o ato pede liberdade para o ex-presidente.

O Partido dos Trabalhadores se manifestou contra a transferência alegando que deixaria o ex-presidente mais isolado. O Ministério Público Federal também se manifestou contra o pedido.  Segundo os procuradores, a sede da PF seria o melhor local para "garantir o controle das autoridades federais sobre as condições de segurança física e moral" de Lula.

Veja a nota na íntegra: 

A Federação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (Fenadepol) apoia a iniciativa do Sindicato dos Delegados de Polícia Federal do Estado do Paraná que solicitou, via oficio, à  superintendência da Polícia Federal no PR, a adoção de medidas para a transferência do réu condenado Luís Inácio Lula da Silva para outro local que não ofereça risco, além de transtorno à população e aos funcionários e rotina de trabalho da SR/PR. A Fenadepol ressalta que nossas unidades são dotadas de Núcleos de Custódia que, como a própria denominação indica, não são estabelecimentos prisionais. Servem apenas para custódias temporárias e não para a efetivação da prisão de réus já condenados, como é o caso em pauta.

Assim reafirmamos a necessidade de prontas medidas que sanem o problema e previnam a possibilidade de outros danos.