Lava Jato: Aras renova força-tarefa de Curitiba até janeiro de 2021

Angelo Sfair

lava jato, operação lava jato, mpf, curitiba, paraná, balanço, acusações, acusação, denúncia, denúncias, processo, processos, réus, condenados, acusados, força-tarefa

O procurador-geral da República, Augusto Aras, decidiu nesta quarta-feira (9) prorrogar a força-tarefa Lava Jato em Curitiba até janeiro de 2021. A informação foi confirmada pelo MPF (Ministério Público Federal).

O grupo de trabalho seria dissolvido nesta quarta-feira (10), quando vencia o prazo da última determinação da PGR (Procuradoria-Geral da República). Atualmente, 11 procuradores atuam com dedicação exclusiva nas investigações.

O grupo é liderado por Alessandro Oliveira, que assumiu o posto do ex-coordenador Deltan Dallagnol.

Em nota, a força-tarefa da operação Lava Jato em Curitiba afirma que a renovação “vai ao encontro do interesse público, pois permitirá que resultados significativos sejam obtidos em prol da sociedade brasileira”.

A renovação acontece em meio a um momento de confronto entre a força-tarefa Lava Jato em Curitiba e Augusto Aras. O procurador-geral chegou a afirmar que era necessário “corrigir rumos” para que o “lavajatismo não perdure”.

Um dos embates recentes esteve relacionado ao compartilhamento de documentos e provas coletadas pelos procuradores de primeiro grau com a Procuradoria-Geral da República.

Ao mesmo tempo em que prorroga a força-tarefa Lava Jato em Curitiba, o documento indica que o CSMPF (Conselho Superior do Ministério Público Federal) adote soluções para “ampliar e institucionalizar” a atuação conjunta no combate à corrupção em todo o País.

Assim, o procurador-geral Augusto Aras dá um recado claro de que não apoia o modus operandi adotado nos últimos seis anos.

FORÇA-TAREFA LAVA JATO EM CURITIBA

Alessandro Oliveira – procurador natural (dedicação exclusiva)

Alexandre Jabur (dedicação exclusiva)
Antônio Augusto Teixeira Diniz (dedicação exclusiva)
Athayde Ribeiro Costa (dedicação exclusiva)
Felipe D’Elia Camargo
Januário Paludo (CSMPF) (dedicação exclusiva)
Joel Bogo (dedicação exclusiva)
Julio Carlos Motta Noronha (dedicação exclusiva)
Laura Gonçalves Tessler (dedicação exclusiva)
Luciana de Miguel Cardoso Bogo (dedicação exclusiva)
Marcelo Ribeiro de Oliveira
Orlando Martello (CSMPF) (dedicação exclusiva)
Paulo Galvão
Roberson Henrique Pozzobon (dedicação exclusiva)

Previous ArticleNext Article