Fronteira do Brasil com o Paraguai deve ser aberta com a presença de Bolsonaro

Redação

ponte da amizade fronteira brasil paraguai bolsonaro

Uma ligação entre os presidentes Jair Bolsonaro, do Brasil, e Mario Abdo Benítez, do Paraguai, selou que a fronteira entre os países deve ser aberta até o dia 15 de outubro. Os dois líderes acertaram também estar de forma presencial na cerimônia, conforme as informações divulgadas nesta sexta-feira (2) pelo jornal paraguaio ABC.

A Ponte da Amizade, localizada em Foz do Iguaçu e reconhecida por ser a principal ligação com o Paraguai, permanece fechada desde o dia 18 de março. Apenas o transporte de cargas, com medição da temperatura dos motoristas.

A publicação do ABC diz que o encontro oficial entre os presidentes já é confirmado pela assessoria do governo paraguaio, mas os dois países deverão acertar todas as medidas de segurança sanitária para a ação.

Durante a ligação, o presidente Benítez expressou que o país já está preparado e Bolsonaro informou que ainda espera manifestação de instituições técnicas para concretizar a reabertura.

PARAGUAI PLANEJAVA REABRIR A FRONTEIRA COM O BRASIL AINDA EM SETEMBRO

No dia 25 de setembro, o governo brasileiro decidiu prorrogar o fechamento das fronteiras por mais 30 dias. A decisão foi oficializada por meio da Portaria nº 496, publicada no Diário Oficial da União, ainda sobre a prerrogativa para conter a propagação da pandemia de covid-19.

A decisão do Brasil em manter o fechamento pegou os paraguaios de surpresa, já que programavam a reabertura antes deste mês. O plano seria abrir a fronteira por um período experimental de três semanas e se os casos de coronavírus aumentassem, a Ponte da Amizade seria fechada mais uma vez.

Os paraguaios, principalmente da Cidad del Leste, pressionam o governo pela reabertura já que vivem do comércio e dependem da visita dos turistas brasileiros.

Previous ArticleNext Article