Gleisi rebate Palocci e afirma que investigadores atacam PT de maneira “vil e covarde”

Angelo Sfair

gleisi


A presidente nacional do PT (Partido dos Trabalhadores), Gleisi Hoffmann, criticou os vazamentos da delação premiada de Antônio Palocci e reafirmou que o ex-ministro faz acusações sem provas. Mais cedo, nesta terça-feira (14), a revista VEJA revelou novos trechos do acordo, nos quais o político sustenta que o partido recebeu doações em troca de favores.

Na delação assinada com a Polícia Federal, Palocci teria afirmado que o PT recebeu R$ 270,5 milhões, entre 2002 e 2014, para financiar campanhas eleitorais. O ex-petista associa cada doação a um benefício concedido para as empresas doadoras. Segundo Palocci, parte dos valores foi declarado à Justiça Eleitoral, e parte foi recebida por meio de Caixa 2.

“Palocci continua na mentira. Fala sem provas, indícios”, rebateu Gleisi, por meio de uma publicação no twitter.

A presidente nacional do PT ainda fez críticas à imprensa e aos investigadores.

“Mais uma vez, trechos do depoimento são vazados convenientemente por setores do Judiciário. Imprensa divulga, sabendo que a delação foi considerada fraca por Moro. Acuados, investigadores atacam o PT de maneira vil e covarde”, disparou.

Previous ArticleNext Article