Greca fará aquisição da vacina Coronavac para imunizar os curitibanos, diz Doria

Vinicius Cordeiro

Rafael Greca estipula R$ 2,5 bilhões para investimentos em Curitiba em 2021

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca (DEM), garantiu que vai adquirir a vacina Coronavac, contra a covid-19. A afirmação foi feita pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB) nesta segunda-feira (7) durante a divulgação do cronograma de vacinação feito pela administração paulista.

“Temos oito estados do país que solicitaram a vacina Coronavac ao Instituto Butatan. Para citar dois prefeitos, o prefeito de Curitiba [Rafael Greca] solicitou e já anunciou que fará a aquisição da vacina para imunização dos curitibanos. E o novo prefeito eleito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, me telefonou hoje dizendo que o RJ não vai ficar aguardando um programa para o mês de março, desejará vacinar o mais breve possível.”, afirmou Doria.

Procurado pelo Paraná Portal, Greca comentou a citação de Doria e frisou que a Coronavac ainda não está regulamentada para ser aplicada na população.

“Se a Anvisa permitir, renovo o meu interesse em adquirir esta e qualquer outra vacina que for disponibilizada. Me solidarizo ao esforço, que espero que seja nacional, de plena imunização da população para libertar o Brasil o mais rápido possível desta provação”, disse o prefeito de Curitiba.

Na semana passada, Greca afirmou ser “amigo pessoal” de Doria e que está disposto a contar com todas as vacinas possíveis contra a covid-19, garantindo que há dinheiro guardado pela prefeitura de Curitiba para a compra dos imunizantes.

O governo paulista pretende oferecer pelo menos 4 milhões de doses da vacina para outros estados. São Paulo, até o momento, adquiriu 46 milhões de doses da Coronavac no acordo entre o Instituto Butatan e o laboratório chinês Sinovac.

CORONAVAC: SÃO PAULO DIVULGA CALENDÁRIO PARA APLICAÇÃO DA VACINA

João Doria, governador de SP, durante apresentação do calendário da vacinação. (Divulgação/Governo de São Paulo)

O governo de São Paulo apresentou hoje (7) o cronograma para a vacinação contra a covid-19. Conforme o calendário, a população poderá receber a vacina Coronavac a partir do dia 25 de janeiro. No entanto, a vacina, produzida no Brasil pelo Butantan, ainda precisa da aprovação por parte da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

A expectativa é que o último estudo sobre a eficácia da vacina seja divulgado até a semana que vem. Depois disso, o governo de São Paulo espera ter o registro quase imediato por parte da Anvisa

Vale lembrar que a Coronavac terá aplicação de duas doses, de forma gratuita. Conforme o cronograma, serão 5.200 postos de vacinação (já existentes) nos 645 municípios paulistas. Existe ainda um plano para que o número de postos suba a 10 mil, inserindo escolas, quartéis da PM (Polícia Militar), estações de trem, farmácias e terminais de ônibus.

Previous ArticleNext Article