Política
Compartilhar

Greca pede autorização para vacinar contra Covid-19 todas as pessoas entre 50 e 59 anos

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca, pediu autorização ao Ministério da Saúde para vacinar contra a Covid-19 todas as p..

Redação - 11 de maio de 2021, 19:39

No ofício enviado nesta segunda-feira (10/5), o prefeito Rafael Greca defende a troca de comorbidades por ampliação da faixa etária.
Foto: Divulgação
No ofício enviado nesta segunda-feira (10/5), o prefeito Rafael Greca defende a troca de comorbidades por ampliação da faixa etária. Foto: Divulgação

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca, pediu autorização ao Ministério da Saúde para vacinar contra a Covid-19 todas as pessoas com idade entre 50 e 59 anos.

“A ideia é imunizar de maneira ampla, irrestrita e democrática para nos livrar da burocracia e ao mesmo tempo multiplicar a possibilidade da vacinação. Deste modo, podemos desde já vacinar professores, policiais, motoristas, cobradores de ônibus e todos profissionais de maneira ampla e rápida", explicou Greca.

Atualmente o Ministério da Saúde recomenda na fase 3 do Programa Nacional de Imunização contra a Covid-19 que sejam vacinadas as pessoas com comorbidades e com deficiência permanente grave, gestantes, puérperas, além da continuidade na imunização de professores, agentes de segurança e profissionais da saúde..

“Com o grupo dos idosos vacinados, a partir de agora essa é a faixa (59-50) mais vulnerável e com mais óbitos registrados atualmente, portanto avançar sem burocracias seria muito mais eficiente. Mas, até que tenhamos uma análise e parecer do Ministério da Saúde sobre a solicitação, seguiremos cumprindo as diretrizes do Plano Nacional”, analisou a secretária municipal da Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak.

A Secretaria Municipal da Saúde deve iniciar nesta quarta-feira (12), a imunização de pessoas com ao menos 57 anos e que tenham alguma das 22 doenças preexistentes listada pelo Ministério da Saúde no Plano Nacional.

LEIA MAIS: Sesa orienta municípios a interromperem vacinação da AstraZeneca/Fiocruz em gestantes