Greca recebe vacina neste sábado e comemora: “solta uma CoronaVac geladinha”

Redação

greca vacina curitiba

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca, vai receber a primeira dose da vacina contra a covid-19 na manhã deste sábado (17). Com 65 anos, ele respeitou a ordem dos grupos prioritários e vai ao Pavilhão da Cura, construído pela prefeitura no Parque Barigui para ser o principal ponto de vacinação na cidade.

“Eu reservei uma pra mim amanhã, solta uma CoronaVac geladinha”, brincou Greca. “Eu vou me vacinar. A minha idade é amanhã, faço aniversário no dia 17 de março. Vou encontrar todos os meus colegas do colégio Medianeira, onde eu estudei, na fila do Parque Barigui”, explicou ele em entrevista à Rádio BandNews FM.

Até a quinta-feira (15), a prefeitura de Curitiba aplicou a primeira dose em 250.216 pessoas. Foram 181.770 idosos, 60.657 profissionais dos serviços de saúde da cidade (incluindo as equipes de vacinação), 5.920 moradores e funcionários de instituições de longa permanência, 1.796 trabalhadores das forças de segurança e 73 indígenas.

O prefeito destacou que o ritmo da vacinação ainda está abaixo do esperado e não quis dar nenhuma previsão sobre determinados os próximos grupos da vacinação. Por enquanto, a SMS (Secretaria Municipal da Saúde) segue avançando na faixa etária dos idosos e já começou a aplicar doses nos agentes de segurança.

“Perguntem para o ministro Marcelo Queiroga e para o governo federal. Eles não me deixam comprar vacina, mas ao mesmo tempo não mandam as vacinas na velocidade que nós gostaríamos. Não é uma crítica, é uma constatação”, afirmou.

Sobre a relação com o governo federal, Greca ainda ressaltou que teve boa relação com os três ministros da Saúde do governo Bolsonaro – Luiz Henrique Mandetta, Nelson Teich e o general Eduardo Pazuello. “Eu sou um homem com o coração pacífico. Sou amigo pessoal do Mandetta, me dei com o ministro Teich, me dei muito bem com o Pazuello, ele inclusive me arrumou 50 respiradores na hora do maior sufoco, e tenho a alegria de conhecer o Queiroga”.

COVID-19 EM CURITIBA: OCUPAÇÃO DE LEITOS “É CONFORTÁVEL”, DIZ GRECA

Conforme boletim desta sexta-feira (16), Curitiba segue com 93% das 523 leitos UTIs da rede pública ocupadas. Já em relação aos leitos clínicos, a ocupação está em 84% – das 764 enfermarias, restam 120 livres.

“Dá 39 leitos livres [de UTI] neste momento. É confortável”, avaliou Greca

Além disso, o número de casos ativos segue em queda. São 7.006 pessoas capazes de transmitir o vírus, segundo a SMS (Secretaria Municipal da Saúde). “Temos visto uma queda. Caiu 36% em 14 dias”, finaliza o prefeito.

Desde o início da pandemia, Curitiba soma 184.160 casos confirmados e 4.371 mortes.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="757999" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]