Greca lidera pesquisa com 30%; Fruet tem 13% e Leprevost, 11%

Narley Resende


(BandNews FM Curitiba)

O candidato Rafael Greca (PMN) lidera a corrida à Prefeitura de Curitiba, com 30% (30,59%) das intenções de voto, de acordo com uma pesquisa eleitoral divulgada hoje (quinta, 29) pelo Instituto Opinião. O levantamento foi encomendado pela rádio BandNews FM Curitiba.

O atual prefeito Gustavo Fruet (PDT) é o segundo colocado, com 13% (12,88%). Em terceiro lugar está Ney Leprevost (PSD), com 11% (10,81%).

Maria Victoria (PP) e Requião Filho (PMDB) aparecem na sequência, com 8% (7,98%) e 6% (5,9%), respectivamente.

Em sexto lugar, na corrida eleitoral, está Tadeu Veneri (PT), com 3%. Ademar Pereira (PROS), Xênia Mello (PSOL) e Afonso Rangel (PRP) somam, cada um, menos de um por cento. Votos brancos e nulos somam 9%. Os entrevistados que declararam que não sabem ou não quiseram responder, representam 3%.

Os eleitores que disseram estar indecisos representam 14% dos entrevistados.

Na-pesquisa-estimulada-Fruet-e-Leprevost-aparecem-na-briga-pelo-segundo-turno.-Divulgação-Instituto-Opinião

 

A pesquisa sobre a intenção de voto para a prefeitura em Curitiba, divulgada hoje (quinta, 29) pelo Instituto Opinião, encomendada pela Rádio BandNews FM Curitiba, também estimou a rejeição de cada um dos candidatos.

Requião Filho (PMDB) lidera o índice, com 17% (17,21%). Líder na pesquisa estimulada, Rafael Greca (PMN) está logo atrás, também com 17% (16,79%). Gustavo Fruet (PDT) é o terceiro, com 13% (13,22%).

Os candidatos Tadeu Veneri (PT) e Maria Victoria (PP) têm 8% cada um. 7% dos eleitores declararam que não votaria em Xênia Mello (PSOL). Os candidatos menos rejeitados pelos entrevistados são Ademar Pereira (PROS) e Ney Leprevost (PSD), com 2%, e Afonso Rangel (PRP), com 1%.

O Instituto de Pesquisa Opinião ouviu 1.200 eleitores de 10 regiões da cidade. A coleta foi realizada entre os dias 26 e 27 de setembro. A margem de erro é de 2,83% para mais, ou para menos. O nível de confiança é de 95% – ou seja, considerando a estimativa de erro, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número de identificação PR-03805/2016.

Previous ArticleNext Article