Política
Compartilhar

Investigados podem assumir cargos políticos após a eleição

BandNewsCuritibaCom Marcelo Belinati, do PP, eleito no primeiro turno prefeito de Londrina, no Norte do Paraná, O..

Jordana Martinez - 03 de outubro de 2016, 14:40

BandNewsCuritiba

Com Marcelo Belinati, do PP, eleito no primeiro turno prefeito de Londrina, no Norte do Paraná, Osmar Bertoldi, do DEM, que está preso acusado de estupro, pode assumir a vaga de deputado federal. Ele é primeiro suplente de Marcelo Belinati. Bertoldi está detido desde fevereiro no Complexo Médico Penal de Pinhais, na região metropolitana.

Ele é acusado de estupro, sequestro, lesão corporal, ameaça e cárcere privado contra a ex-noiva, Tatiane Bittencourt. Belinati foi eleito com 136.360 votos, o que corresponde a 51,17% dos votos válidos. Ele ficou à frente de Valter Orsi (PSDB), que contabilizou 93.415 votos.

Outro investigado que pode assumir um cargo político é o delegado Rubens Recalcatti, suspeito de homicídio em Rio Branco do Sul. Recalcatti, que chegou a ser preso em outubro de 2015 e em fevereiro de 2016,  mas recorre em liberdade. O delegado é suplente de Ney Leprevost, que está no segundo turno na corrida à Prefeitura de Curitiba. Tanto Recalcatti quanto Bertoldi negam as acusações