Investigados podem assumir cargos políticos após a eleição

Jordana Martinez


BandNewsCuritiba

Com Marcelo Belinati, do PP, eleito no primeiro turno prefeito de Londrina, no Norte do Paraná, Osmar Bertoldi, do DEM, que está preso acusado de estupro, pode assumir a vaga de deputado federal. Ele é primeiro suplente de Marcelo Belinati. Bertoldi está detido desde fevereiro no Complexo Médico Penal de Pinhais, na região metropolitana.

Ele é acusado de estupro, sequestro, lesão corporal, ameaça e cárcere privado contra a ex-noiva, Tatiane Bittencourt. Belinati foi eleito com 136.360 votos, o que corresponde a 51,17% dos votos válidos. Ele ficou à frente de Valter Orsi (PSDB), que contabilizou 93.415 votos.

Outro investigado que pode assumir um cargo político é o delegado Rubens Recalcatti, suspeito de homicídio em Rio Branco do Sul. Recalcatti, que chegou a ser preso em outubro de 2015 e em fevereiro de 2016,  mas recorre em liberdade. O delegado é suplente de Ney Leprevost, que está no segundo turno na corrida à Prefeitura de Curitiba. Tanto Recalcatti quanto Bertoldi negam as acusações

Previous ArticleNext Article
Profissional multimídia com passagens pela Tv Band Curitiba, RPC, Rede Massa, RicTv, rádio CBNCuritiba e BandNewsCuritiba. Hoje é editora-chefe do Paraná Portal.
[post_explorer post_id="389054" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]