Jucá nega “pacto” para barrar Lava Jato e não quer deixar o cargo

Jordana Martinez


O ministro do Planejamento, Romero Jucá, negou nesta segunda (23) que tenha tentado atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato, afirmou que não vai deixar o cargo e não teme investigações.

“Nunca cometi e nunca cometerei nenhum tipo de ação que possa paralisar ou obstaculizar (sic) qualquer operação, seja a Operação Lava Jato ou qualquer outra”, afirmou Jucá.

Em entrevista a jornalistas, ele rebateu as críticas com a divulgação das conversas, gravadas em março, em que ele estaria sugerindo ao ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado um pacto para impedir o avanço da Operação Lava Jato.

“Não tenho nada a temer, não devo nada a ninguém. Se eu tivesse medo, se eu tivesse telhado de vidro, não teria assumido a presidência do PMDB no momento de confronto com o PT”, completou. “Não perco um minuto do meu dia de preocupação com a Operação Lava Jato.”

Jucá também afirmou que não sairá do governo a não ser que o presidente interino o peça. “O cargo de ministro é uma decisão do presidente Michel
Temer. Vou exercê-lo [o cargo] na plenitude enquanto entender que tiver a confiança do presidente Michel Temer. (…) “Não nasci ministro do Planejamento e não vou morrer ministro do Planejamento. Não vejo nenhum motivo para eu pedir afastamento. Me sinto muito tranquilo e vou aguardar uma decisão do presidente Michel Temer.”

O ministro disse ainda que conversou hoje com o presidente interino Michel Temer e apresentou seu posicionamento sobre a reportagem. “Hoje pela manhã, estive com Michel Temer… O presidente Michel Temer reafirmou, e eu reafirmo o nosso apoio à Operação Lava Jato, às investigações que têm que ser feitas no Brasil e a punição a quem quer que seja a quem tenha qualquer tipo de responsabilidade”, disse.

Com informações de Agência Brasil e UOL

Previous ArticleNext Article
Jordana Martinez
Profissional multimídia com passagens pela Tv Band Curitiba, RPC, Rede Massa, RicTv, rádio CBNCuritiba e BandNewsCuritiba. Hoje é editora-chefe do Paraná Portal.