Juiz acata recurso e Greca retoma direito de dizer que é urbanista

Redação

A Justiça Eleitoral autorizou o candidato à prefeitura de Curitiba Rafael Greca (PTN), que é engenheiro civil, a usar em sua propaganda eleitoral o termo “urbanista”, especialização ou disciplina atribuída à arquitetura. A decisão derruba uma liminar, obtida anteriormente pela candidatura do prefeito Gustavo Fruet (PDT), que proibia Greca de se apresentar como urbanista na campanha.

No parecer, o juiz do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), Ivo Faccenda,  disse não ter  prejuízo na disputa quando o candidato Greca usa as expressões “urbanista”, “arquiteto” ou “engenheiro urbanista”.

“Não me parece que um candidato formado em Direito – Gustavo Fruet detém diploma de Bacharel em Direito pela Universidade Federal do Paraná, por exemplo – sofra prejuízo porque o primeiro Impetrante (Greca) se apresenta como Urbanista, Arquiteto ou Engenheiro Urbanista”, destacou.

“Não se pode negar que o primeiro Impetrante (Greca) busca se valer em sua campanha eleitoral de seu legado político umbilicalmente atado à época em que Curitiba tinha destaque no campo do urbanismo e desenvolvimento urbano”, ressaltou o juiz.


Veja a íntegra da decisão

Post anteriorPróximo post
Comentários de Facebook