Juiz eleitoral alerta para extinção de zonas eleitorais no Paraná

Narley Resende


Metro Jornal Curitiba

O juiz eleitoral da 98ª Zona Eleitoral do Paraná, Ferdinando Scremin Neto, esteve ontem na Assembleia Legislativa, onde falou da possível extinção de zonas eleitorais no Estado.

Uma portaria do TSE, alegando necessidade de corte de gastos, criou um quociente eleitoral para a viabilidade das zonas eleitorais que leva em conta a extensão territorial e a densidade populacional dos municípios.

Aplicando as regras ao Paraná, Scremin disse que diversas zonas terão que ser fechadas, afetando os atendimentos. Ele citou o exemplo de Ubiratã, na região Oeste, que demandaria 25 mil eleitores em todo seu território, mas tem hoje 23,5 mil.

“Os eleitores de Ubiratã, por estes critérios, deverão se deslocar a Goioerê, distante cerca de 70 quilômetros e, dependendo do distrito, a até 90 quilômetros”, explicou. O juiz pediu apoio aos deputados para obter mais tempo para adequações.

Previous ArticleNext Article