Lewandowski determina ao governo federal ações imediatas contra crise em Manaus

Marcelo Rocha - Folhapress

Lewandowski nega a defensora de cloroquina o direito de ficar calada na CPI da Covid

O ministro Ricardo Lewandowski, do STF (Supremo Tribunal Federal), determinou nesta sexta-feira (15) que o governo federal promova, imediatamente, todas as ações ao seu alcance para debelar a “seríssima crise sanitária” instalada em Manaus, em especial suprindo os estabelecimentos de saúde locais de oxigênio medicinal.

A administração do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) terá também que apresentar ao Supremo, no prazo de 48 horas, um plano detalhado sobre as estratégias que está colocando em prática ou pretende desenvolver para o enfrentamento da situação de emergência.

Deverão ser informados ações, programas, projetos e parcerias correspondentes, com a identificação dos respectivos cronogramas e recursos financeiros.

Lewandowski determinou ainda que este plano seja atualizado a casa 48 horas enquanto perdurar a conjuntura excepcional.

LEIA MAIS: MPF, MPT e MPPR pedem adiamento da prova do Enem no Paraná

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="739390" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]