Lula volta a atacar Moro em nova entrevista: “se esconde atrás do cargo”

Vinicius Cordeiro

lula sítio de Atibaia trf4 primeira instância


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deu nova entrevista na prisão. Detido na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, desde abril de 2018, o petista falou ao Jornal Sub21, do Rio Grande do Sul, e voltou a criticar o atual ministro da Justiça, Sergio Moro.

“Moro devia entregar seu celular para a Polícia Federal. Ele poderia não ficar se escondendo atrás do cargo como se fosse uma criança que alguém tivesse que ficar passando a mão na cabeça para encorajá-lo”, disparou Lula na primeira parte da entrevista.

O ex-juiz federal, responsável pela condenação de Lula, é um dos alvos das reportagens do The Intercept Brasil. O site vem divulgado conversas de Moro e procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato.

“Moro está se transformando em um boneco de barro e vai desmilinguir. Inventaram uma grande mentira para me colocar aqui e agora eles têm que passar a vida inteira contando mentiras para tentar justificar. A Lava Jato é uma operação que se transformou em partido político”, seguiu o petista.

Por fim, Lula ainda criticou a Rede Globo. Na visão do ex-presidente, a maior emissora de televisão do país classificou o vazamento das mensagens como resultado de uma ação de hackers. Entretanto, ele lembrou que o canal divulgou as conversas entre ele e a então presidente Dilma Rousseff. O episódio resultou na queda do Partido dos Trabalhadores.

“A Globo faz um esforço incomensurável para manter a ideia que os vazamentos são falsos. Ela não se preocupou quando ela divulgava vazamentos que o Moro passava para ela”, finalizou Lula.

Previous ArticleNext Article