Lula acusa Bolsonaro de “sentir inveja” de Mandetta e deteriorar relação com a China

Jorge de Sousa

Lula acusa Bolsonaro de "sentir inveja" de Mandetta e deteriorar relação com a China

Após a troca de farpas entre o presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva usou suas redes sociais nesta terça-feira (7) para acusar Bolsonaro de colocar em risco o Brasil durante a pandemia de coronavírus.

Lula citou que o atual presidente “sente inveja” do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta e também dos governadores estaduais. O petista ainda apontou que a economia nacional está colapsada, sendo necessária a maior circulação de dinheiro na sociedade.

Por último, Lula ainda relembrou dos recentes ruídos entre membros da equipe de governo com a China. Primeiro o deputado federal e filho do presidente, Eduardo Bolsonaro, e depois o ministro da Educação, Abraham Weintraub acusaram o país asiático de disseminar o coronavírus para ter lucros futuros com a pandemia.

BOLSONARO MOSTROU LULA SENDO PRESO

Mais cedo nesta terça-feira, o presidente da República ironizou Fernando Haddad e Luis Inácio Lula da Silva ao mostrar o ex-presidente sendo escoltado por agentes da Polícia Federal.

Anteriormente Bolsonaro já havia respondido as criticas de Haddad com uma foto com os dizeres “Bolsonaro é eleito presidente e interrompe série de vitórias do PT”.

Só que Bolsonaro enfrenta seu maior momento de pressão desde que assumiu o mandato presidencial. Segundo pesquisa Datafolha, a atuação do presidente durante a pandemia do coronavírus foi avaliada como ótima ou boa por 33% dos entrevistados.

Como comparação, Luiz Henrique Mandetta e a equipe do Ministério da Saúde ganharam 76% de avaliação positiva na mesma pesquisa.

Além disso, Haddad e outros políticos da esquerda nacional como Ciro Gomes (PDT), Guilherme Boulos (PSOL), Manuela Dávila (PCdoB) assinaram um manifesto que pede a renúncia de Jair Bolsonaro.

Previous ArticleNext Article