Política
Compartilhar

TRF-4 mantém condenação de Lula no caso Sítio de Atibaia

Os desembargadores da 8ª Turma do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) decidiram manter a condenação a 17 anos..

Redação - 06 de maio de 2020, 16:49

Marlene Bergamo/Folhapress
Marlene Bergamo/Folhapress

Os desembargadores da 8ª Turma do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) decidiram manter a condenação a 17 anos de prisão imposta ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso Sítio de Atibaia.

Em julgamento virtual realizado nesta quarta-feira (6), os desembargadores não acataram os embargos de declaração apresentados pela defesa. Por unanimidade, a 8ª Turma do TRF-4 negou todos os recursos do petista.

A defesa de Lula também tentou suspender o julgamento virtual após o depoimento do ex-ministro da Justiça Sergio Moro. Os advogados apontam que os fatos estão relacionados ao processo de suspensão do ex-juiz.

Foi Moro, enquanto juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba, o responsável pela primeira condenação do petista na Lava Jato. Também foi o ex-juiz quem abriu os outros dois processos criminais contra o ex-presidente na JFPR (Justiça Federal do Paraná).

O pedido de suspensão do julgamento também foi negado pela 8ª Turma do TRF-4. A defesa do ex-presidente Lula ainda pode recorrer da decisão.