Política
Compartilhar

Em entrevista, Lula critica Moro e questiona veracidade da facada levada por Bolsonaro

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) falou pela primeira vez sobre as mensagens entre o ex-juiz e ministro da ..

Francielly Azevedo - 14 de junho de 2019, 07:55

Foto: Reprodução / El País
Foto: Reprodução / El País

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) falou pela primeira vez sobre as mensagens entre o ex-juiz e ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, e o procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa Lava Jato no Ministério Público Federal (MPF). O petista afirmou que a "verdade" finalmente veio à tona. A declaração foi feita durante uma entrevista aos jornalistas Juca Kfouri e José Trajano, na última quarta-feira (12), na Sede da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, e exibida nesta quinta-feira (13) pela emissora TVT.

Lula voltou a dizer que "Moro é mentiroso" e estava "condenado a condená-lo". "Estou ficando feliz com o fato de que o país finalmente vai conhecer a verdade Pode pegar a turma da força-tarefa, o Moro, enfiar num liquidificador, e quando for tomar o suco, não dá a honestidade do Lula", ressaltou.

O petista afirmou que as investigações contra corrupção precisam continuar e que empresários e políticos corruptos precisam ser presos com base em leis que foram criadas pelo PT.

FACADA DE BOLSONARO

O ex-presidente também comentou sobre a facada que o atual presidente Jair Bolsonaro levou durante a campanha, em Juiz de Fora (MG). Bolsonaro passou por duas cirurgias após o atentado. "Eu, sinceramente aquela facada tem uma coisa muito estranha, uma facada que não aparece sangue, que o cara é protegido pelos seguranças do Bolsonaro", disse.

Ainda em relação a Bolsonaro, Lula disse que a sociedade se aproximou do "monstro para pegar proteção" e como resultado da sua ausência nas duas últimas eleições "o país pariu essa coisa chamada Bolsonaro".