Com Lula livre, militância muda campanha para Lula Inocente

Angelo Sfair

lula livre inocente

“O presidente Lula está livre, mas ainda não foi considerado inocente”. A frase proclamada logo após o petista deixar o palco montado em um terreno anexo à PF (Polícia Federal) em Curitiba, no Paraná, deu o tom dos próximos passos a serem seguidos pela militância e movimentos sociais que apoiam o ex-presidente.

Faixas com os dizeres “Lula é inocente” dividiram o espaço, nesta sexta-feira (08), com as máscaras que estampavam o rosto do político e as bandeiras que pediam “Lula Livre” — mote entoado durante 580 dias, desde 7 de abril de 2018, quando o petista foi preso e levado para a Superintendência Regional da PF na capital do Paraná.

Antes do palco ser ocupado pela militância, Lula fez um rápido discurso aos apoiadores em Curitiba. Foi a primeira manifestação pública do ex-presidente após conseguir um alvará de soltura fundamentado no novo entendimento do STF (Supremo Tribunal Federal), que considerou inconstitucional a prisão após condenação em segunda instância.

Caravanas vindas de todo o Paraná — e de vários estados do País, sobretudo São Paulo — acompanharam os momentos finais da prisão do político em Curitiba. A Vigília Lula Livre não divulgou uma estimativa de público.

No primeiro discurso à militância, Lula agradeceu o apoio diário que recebeu durante o período de cárcere. Além disso, prometeu percorrer o Brasil para discutir um novo projeto para o país, indicando que está disposto a dar continuidade à vida pública.

“Vou trabalhar o resto da vida para pagar a vocês com gratidão e amor. Retribuir a cada um de vocês, o que merecem”, declarou Lula.

lula saída pf curitiba livre
Apoiador levou uma máscara do ex-presidente. (Angelo Sfair / Paraná Portal)

Previous ArticleNext Article