VÍDEO: Saída de Lula é embalada por clássico de ‘Rocky Balboa’

Francielly Azevedo

lula livre malhando

A liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ganhou as redes sociais nesta sexta-feira (8). Mas não foram só os apoiadores e haters do petista que se manifestaram por ele voltar a ser livre. Poucos minutos depois da expedição do alvará de soltura, no Twitter, a página de Lula compartilhou um vídeo clipe no estilo ‘Rocky Balboa“, ao som de “Eye Of The Tiger”.

Nas imagens, o ex-presidente aparece fazendo exercícios de musculação e aeróbicos na academia embalado pela trilha do clássico de sucesso dos anos 80 com a legenda “Lula Livre”.

Em poucos minutos, a publicação alcançou milhares de compartilhamentos e comentários. A #LulaLivreAgora chegou ao topo dos Trending Topics no Twitter, sendo o assunto mais comentado.

Assista o vídeo:

LULA LIVRE APÓS 19 MESES

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está livre. O alvará de soltura foi expedido pelo juiz Danilo Pereira Junior,  titular da 12ª Vara Federal de Curitiba, foi enviado às 16h15 desta sexta-feira (8) e o petista pode sair do prédio da Polícia Federal a qualquer momento. Cerca de três mil pessoas estão no local e aguardam pela saída do petista. Segundo a apuração da reportagem, o ato deve acontecer em menos de uma hora.

Danilo foi o responsável já que a juíza Carolina Lebbos, responsável pela execução da pena de Lula, está de férias até o dia 22 deste mês.

O pedido da defesa do ex-presidente estava nas mãos do juiz desde às 12h50. O advogado Cristiano Zanin, protocolou o pedido de liberdade por volta das 11h30, após se reunir com Lula.

Neste momento, Zanin está com Lula. De acordo com o que apurou a reportagem, os dois estão com a mala pronta para sair da PF. Do lado de fora, as pessoas gritam cantos de apoio, como “ole ole olá, Lula Lula”.

PRISÃO

lula-presidente-segundainstancia - gebran - TRF-4 - sítio de Atibaia
Foto: Pedro Ladeira/Folhapress

O ex-presidente foi preso no dia 7 de abril de 2018 e cumpriu pena na Superintendência da PF (Polícia Federal) em Curitiba. Ele foi condenado pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso triplex do Guarujá (SP).

A primeira condenação foi feita pelo ex-juiz federal Sergio Moro, hoje ministro da Justiça, e a pena fixada foi de 9 anos e 6 meses de prisão. Depois, o TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) aumentou a punição para 12 anos e 10 meses. Por fim, o STJ (Superior Tribunal de Justiça) fixou a pena em 8 anos e 10 meses.

No caso triplex, o ex-presidente foi acusado pela Operação Lava Jato de receber propina da OAS por meio da construção e reforma de um apartamento no Edifício Solaris, no Guarujá. Ao todo, a suposta vantagem chegava a R$ 2,2 milhões e teria saído de uma das contas de propina destinada ao PT. Em contrapartida, Lula teria agido para favorecer a OAS em contratos com a Petrobras.

Além disso, o petista responde outras sete ações. Ele já foi condenado, em primeira instância, no caso do sítio de Atibaia, que tratava sobre propinas pagas por meio de reformas de melhoria.

Previous ArticleNext Article
Avatar
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.