Política
Compartilhar

Lula processa promotor de SP por danos morais

Os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva protocolaram, nesta quinta-feira, ação de reparação por danos mo..

Roger Pereira - 12 de janeiro de 2017, 19:07

Os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva protocolaram, nesta quinta-feira, ação de reparação por danos morais contra o promotor de Justiça Cassio Roberto Conserino, do Ministério Público do Estado de São Paulo, que conduziu investigação, na comarca paulista a respeito de suposta fraude na Cooperativa Habitacional dos Bancários (Bancoop) na aquisição do apartamento tríplex no Guaruja, que seria destinado à família de Lula. A ação, assinada pelos advogados Cristiano Zanin Martins e Roberto Teixeira pede R$ 1 milhão a título de indenização ao ex-Presidente, que alega danos causados pela atuação do promotor

Na ação foi demonstrada, os advogados alegam a utilização das prerrogativas e do cargo de Promotor de Justiça pelo réu para causar danos à imagem, à honra e à reputação de Lula; a atuação dolosa do réu no exercício de suas funções. Segundo a defesa do ex-presidente, dois fatos comprovariam a atuação do promotor em "perseguição" a Lula e atentando contra a honra do ex-presidente: "o abandono da causa pelo réu, após a Justiça excluir Lula da sua esfera de atuação funcional e, ainda, a reprodução e divulgação de publicação manifestamente ofensiva ao ex-Presidente (tratado como “Encantador de Burros”) em conta do réu em rede social (Facebook)".

O promotor também é alvo de reclamação disciplinar no Conselho Nacional do Ministério Público, movida por Lula.