Lula rejeita, oficialmente, progressão para o regime semiaberto

Lenise Aubrift Klenk - BandNews FM Curitiba

lula, semiaberto, stf, mpf, progressão de regime, lava jato

No último dia do prazo para se manifestar no processo de execução penal sobre o pedido do MPF (Ministério Público Federal) para que Luiz Inácio Lula da Silva progrida do regime fechado para o semiaberto, a defesa do ex-presidente vai pedir que a Justiça rejeite a progressão.

Os advogados argumentam que há uma liminar do STF em vigência dando a Lula o direito de permanecer sob a custódia da Polícia Federal até que seja julgado o habeas corpus que questiona a imparcialidade do ex-juiz Sérgio Moro no processo do triplex.

De acordo com o advogado Cristiano Zanin, que esteve reunido nesta tarde com Lula, a manifestação da defesa será no sentido de pedir que seja rejeitado o pedido do MPF para que o ex-presidente passe para o regime semiaberto.

Além de Zanin, Lula passou a tarde reunido com outros advogados que o representam, entre eles o ex-ministro Fernando Haddad. Os defensores do ex-presidente também acompanham as possíveis repercussões jurídicas do julgamento que começou nesta quinta-feira (17) no STF (Supremo Tribunal Federal) para discutir a prisão de condenados em segunda instância.

Previous ArticleNext Article