Manuela D’Ávila “inverte” perguntas machistas que respondeu como pré-candidata à presidência

Andreza Rossini

A pré-candidata à presidência da República Manuela D’Ávila (PCdoB) divulgou um vídeo nas redes sociais no qual critica o machismo na política brasileira. A deputada gaúcha inverteu o gênero em perguntas que afirmou ter respondido em entrevistas como pré-candidata.

“Você se depila?”, “O senhor sofreu muito preconceito, ao longo da sua carreira, por ser homem?” “Homens públicos e fortes assustam as mulheres, como a sua esposa reage a isso?”, “Por ser homem, candidato, o senhor acredita que existem terrenos que o senhor não saiba ou não possa atuar?” , questiona Manuela.

O vídeo, publicado na última terça-feira (10) teve mais de 28 mil visualizações até esta sexta-feira (13).

Em uma entrevista no programa Roda Viva, exibido pela TV Cultura em junho, a pré-candidata foi interrompida pelo menos 40 vezes durante a entrevista, segundo levantamento realizado pela Folha de S.Paulo.


No mesmo programa, Marina Silva (Rede) foi interrompida três vezes. Guilherme Boulos (PSOL) e Ciro Gomes (PDT), 9 e 8 vezes, respectivamente.

Manuela é deputada estadual no Rio Grande do Sul. Tradicional apoiador do PT, esta é a primeira vez que o PCdoB lança uma candidatura própria à presidência desde o fim do regime militar.

Post anteriorPróximo post
Comentários de Facebook