Política
Compartilhar

Márcia Huçulak se filia ao PSD e deixa a Saúde de Curitiba

Decisão visa uma possível candidatura nas eleições de outubro deste ano. Ela estava no comando da Secretaria Municipal da Saúde desde 2017.

Redação - 01 de abril de 2022, 14:04

(Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)
(Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)

A secretária municipal da Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak, se filiou ao PSD e pediu exoneração do cargo nesta sexta-feira (1). A decisão visa uma possível candidatura nas eleições de outubro deste ano.

Huçulak é formada em enfermagem e servidora pública desde 1986. Trabalhou também na Sesa (Secretaria de Estado da Saúde do Paraná) entre 1998 e 2002. Na SMS, foi chefe de divisões até chegar à chefia da pasta, em 2017.

Durante sua gestão, a saúde da capital passou por momentos de crise provocados pela pandemia da Covid-19. Em momentos de proibição de aglomerações, criticou jovens que iriam a bares em grande quantidade de pessoas; foi questionada por setores da sociedade e por vereadores da capital por supostas contradições nos decretos restritivos da cidade; e cobrou publicamente o governador do estado, agora colega de legenda, Ratinho Junior (PSD), pela quantidade de doses da vacina contra a Covid que Curitiba recebia no início da campanha de imunização.

Quem assume o lugar deixado por Márcia Huçulak é a superintendente executiva da pasta, Beatriz Battistela Nadas. Ela é graduada em em odontologia e servidora aposentada do município.

A saída da secretária e a substituição no comando da Saúde de Curitiba serão publicadas no Diário Oficial do município ainda nesta sexta-feira.