Mesmo preso Lula lidera intenções de votos, diz pesquisa

Andreza Rossini

A pesquisa eleitoral CNT MDA, divulgada nesta segunda-feira (14), aponta que o ex-presidente Lula, preso desde o dia 7 de abril em Curitiba após ser condenado a 12 anos e um mês por corrupção e lavagem de dinheiro na Operação Lava Jato, é o líder nas intenções de votos para a Presidência da República.

O levantamento aponta que 32,4% dos eleitores votariam no petista. Em seguida, aparecem Jair Bolsonaro (PSL) com 16,7% e Marina Silva (Rede) com 7,6%.

Em um cenário sem Lula, Bolsonaro é o líder nas intenções de voto, com 18,3%, seguido por Marina Silva 11,2% e Ciro Gomes (PDT) com 9,0% das intenções de voto.

O PT mantém a candidatura de Lula, que pode ser proibido de concorrer as eleições devido à lei da ficha limpa. Quem é cotado para o lugar do ex-presidente é o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad. Segundo a pesquisa, 40% dos entrevistados não acreditam que Lula vai concorrer ao pleito.


O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, não aparece nas pesquisas após ter anunciado na última quarta-feira (8) que não vai disputar a eleição. 

Veja o ranking apontado pela pesquisa em um cenário com Lula e Temer:

  • Lula (PT) – 32,4%
  • Jair Bolsonaro (PSL) – 16,7%
  • Marina Silva (Rede) – 7,6%
  • Ciro Gomes (PDT) – 5,4%
  • Geraldo Alckmin (PSDB) – 4%
  • Alvaro Dias (Podemos) – 2,5%
  • Fernando Collor (PTC) – 0,9%
  • Michel Temer (MDB) – 0,9%
  • Guilherme Boulos (Psol) – 0,5%
  • Manuela D’Avila (PCdoB) – 0,5%
  • João Amoedo (Novo) – 0,4%
  • Flávio Rocha (PRB) – 0,4%
  • Henrique Meirelles (MDB) – 0,3%
  • Rodrigo Maia (DEM) – 0,2%
  • Paulo Rabello de Castro (PSC) – 0,1%
  • Branco – 18,0%
  • Indeciso – 8,7%

Marina deve ser maior beneficiada pela desistência de Barbosa, diz diretor do Datafolha
Henrique Meirelles afirma que é o candidato de Temer à Presidência

Registro da pesquisa

A pesquisa foi contratada pela CNT e realizada pela MDA, e realizou 2002 entrevistas entre os dias 9 e 12 de maio. A margem de erro é de 2,2% e o grau de confiança de 95%. Ela foi registrada no TCE com o número: BR-09430/2018.

Post anteriorPróximo post
Comentários de Facebook