Política
Compartilhar

Ministério do Turismo vai reavaliar critérios que excluíram Foz de ranking

Segundo destino turístico mais visitado do Brasil, Foz ficou de fora da lista de destinos turístico indicados pelo Ministério da Turismo

Redação - 01 de junho de 2022, 16:23

Divulgação
Divulgação

O Ministério do Turismo informou que vai reavaliar os critérios que excluíram Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, do ranking de destinos turísticos recomendados pelo Brasil. A reconsideração acontece em resposta a uma indicação legislativa apresentada pelo deputado federal Gustavo Fruet (PDT).

Em nota, a pasta disse que "a recomendação do parlamentar será considerada".

O paranaense fez o pedido depois que uma pesquisa realizada pelo gabinete do próprio deputado na plataforma Google Trends confirmou que Foz do Iguaçu é um dos destinos mais pesquisados para viagens no país.

A informação contrapõe o que diz o Ministério do Turismo, que excluiu a cidade do Paraná da Revista de Tendências do Turismo lançada em fevereiro último para apontar os 25 principais destinos de 2022.

O órgão do governo federal afirmou que a seleção “foi desenvolvida com base nas listagens internacionais e nos mais citados nas referências dos destinos domésticos de diversas fontes – por exemplo buscadores e sites de viagens como Tripadvisor, Google, Melhores Destinos, Booking, Expedia, Braztoa, Decolar, CVC, Kayak, entre outras fontes citadas nas referências da revista”. Ainda de acordo com o Ministério, a pesquisa foi realizada entre dezembro de 2021 e janeiro deste ano.

A equipe do deputado paranaense selecionou o mesmo período e usou o Google Trends – na categoria destinos turísticos – para comparar as buscas por Foz do Iguaçu com outros destinos que foram incluídos na Revista de Tendências. Google Trends é uma ferramenta do Google que mostra os mais populares termos buscados em um passado recente.

Enquanto Foz registra uma média de 75 buscas diárias, outros destinos incluídos na publicação do governo federal registram números muito inferiores: Alter do Chão-PA (1), Paraty-RJ (30) e Porto de Galinhas-PE (12).

"Fico feliz que o Ministério tenha se comprometido a reavaliar a metodologia. É evidente que alguma coisa está errada. Foz do Iguaçu é o segundo destino turístico mais visitado do país. Jamais poderia ficar de fora da lista de tendências. É um prejuízo muito grande para uma cidade que tem o turismo como um dos pilares da sua economia”, afirma o deputado.

Segundo o Ministério do Turismo, os destinos de destaque para 2022 são:

  • Alter do Chão (PA)
  • Belém (PA)
  • Boa Vista (RR)
  • Bonito (MS)
  • Campos do Jordão (SP)
  • Chapada dos Veadeiros (Alto Paraíso e Cavalcante-GO)
  • Fernando de Noronha (PE)
  • Florianópolis (SC)
  • Fortaleza (CE)
  • Gramado (RS)
  • Ilhabela (SP)
  • Jalapão (TO)
  • João Pessoa (PB)
  • Maceió (AL)
  • Natal (RN)
  • Paraty (RJ)
  • Pirenópolis (GO)
  • Porto Alegre (RS)
  • Porto de Galinhas (Ipojuca-PE)
  • Porto Seguro (BA)
  • Praia Grande (SC)
  • Rio de Janeiro (RJ)
  • São Paulo (SP)
  • Serra da Capivara (PI)
  • Ubatuba (SP)