Ministro libera para julgamento ação de Gleisi no STF

Francielly Azevedo

Foto:Marcos Oliveira/Agência Senado

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou, nesta sexta-feira (8), para julgamento a ação penal contra a senadora e presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, e o marido dela, o ex-ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, para definir se eles serão condenados ou absolvidos na Operação Lava Jato.

Celso de Mello é revisor da Lava Jato no Supremo. O julgamento da ação será feito pela Segunda Turma em data ainda a ser definida pelo presidente da Turma, ministro Ricardo Lewandoski.

Na ação, relatada pelo ministro Edson Fachin, a senadora, o ex-ministro, e o empresário Ernesto Kugler Rodrigues são acusados de solicitar e receber R$ 1 milhão em um esquema de corrupção na Petrobras. O montante teria sido direcionado para a campanha eleitoral de Gleisi ao Senado, em 2010, em quatro parcelas de R$ 250 mil.

De acordo com a denúncia da Procuradoria Geral da República (PGR), enviada para Segunda Turma em setembro de 2016, o dinheiro foi repassado para firmas de Rodrigues por meio de empresas de fachada do doleiro Alberto Youssef contratadas pela Petrobras.


A PGR ainda afirma que os recursos foram liberados pelo ex-diretor de abastecimento Paulo Roberto Costa, com o objetivo de conseguir apoio político de Paulo Bernardo e Gleisi Hoffmann.

Post anteriorPróximo post
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Repórter do Paraná Portal e Rádio CBN. Tem passagens pela TV éParaná, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina.
Comentários de Facebook