Ministro Luiz Ramos diz que Bolsonaro respeita a democracia e é atacado injustamente

Redação

luiz eduardo ramos bolsonaro

O general e ministro-chefe da Secretaria do Governo da Presidência, Luiz Eduardo Ramos, saiu em defesa do presidente Jair Bolsonaro neste domingo (31). Na visão dele, o presidente é atacando de forma injusta e respeita os valores democráticos.

“Tenho orgulho de estar trabalhando no governo Bolsonaro. Sou seu amigo pessoal há mais de quarenta anos e sei dos ataques injustos que ele sofre de todos os espectros políticos. Assim como ele, respeito as instituições e os valores democráticos do país. Estamos juntos, Presidente!”, publicou o ministro em seu Twitter.

Luiz Eduardo Ramos é um dos ministros militares mais próximos de Bolsonaro e já teve seu nome cogitado para assumir o comando do Exército, conforme noticiado pela Folha de S. Paulo.

Além disso, o ministro-chefe da Secretaria do Governo é quem tem o discurso mais incisivo e alinhado com Bolsonaro. No final de abril, criticou a imprensa por, na sua visão, mostrar “apenas caixão” durante a pandemia do coronavírus.

Já nessa semana, chamou o ministro da Educação, Abraham Weintraub, de corajoso por “falar o que pensa” na reunião interministerial. No vídeo da reunião, Weintraub defendeu a prisão “de vagabundos, começando pelo STF (Supremo Tribunal Federal)”.

BOLSONARO É AGUARDADO POR MANIFESTANTES NO PLANALTO

O presidente Jair Bolsonaro, que passeou por Goiás sem máscara neste sábado (30), é aguardado por seus apoiadores na rampa do Palácio do Planalto. Como é de praxe nos últimos finais de semana, os bolsonaristas se aglomeram em Brasília com faixas contra o STF (Supremo Tribunal Federal) e pedem por uma intervenção militar.

Previous ArticleNext Article