Moro é convocado a depor como testemunha em inquérito que apura atos antidemocráticos

Angelo Sfair

moro, depoimento, inquérito, atos antidemocráticos, stf

O ex-juiz e ex-ministro Sergio Moro foi convocado a depor como testemunha no inquérito 4828, do STF (Supremo Tribunal Federal), que apura a realização de atos antidemocráticos no Brasil durante o mês de abril.

De acordo com a defesa de Moro, o depoimento está marcado para o dia 2 de outubro, às 13h, na sede da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

Sergio Moro foi convocado como testemunha porque ele ocupava o cargo de Ministro da Justiça e Segurança Pública na época em foram registradas manifestações contra a democracia.

O inquérito 4828 é relatado no STF pelo ministro Alexandre de Moraes. A investigação foi iniciada em 21 de abril. No mês seguinte, a PF cumpriu 26 mandados de busca e apreensão em cinco estados e no DF (Distrito Federal).

No dia 15 de junho, a extremista Sara Giromini foi presa por chefiar o grupo 300 do Brasil. No dia seguinte, Moraes quebrou o sigilo bancário de 16 deputados bolsonaristas, entre eles Carla Zambelli (PSL-SP) e Bia Kicis (PSL-DF).

Previous ArticleNext Article