Moro e Deltan: Veja as conversas que tiveram sigilo retirado por ministro Lewandowski

Redação

moro deltan conversas

Mais conversas entre o ex-ministro Sergio Moro e o ex-coordenador da Lava Jato no Paraná vieram à tona nesta segunda-feira (1), por decisão do ministro Ricardo Lewandowski, do STF (Supremo Tribunal Federal). Os diálogos são da época em que Moro atuava como juiz federal e que Deltan comandava a força-tarefa em Curitiba, antes da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O material liberado por Lewandowski foi incluído no processo feito pela defesa de Lula, que acusa da suspeição de Moro em sua condenação. Parte das conversas são inéditas, mas alguns trechos como “In Fux we trust” já haviam sido divulgadas anteriormente na reportagens do site The Intercept Brasil, e de outros veículos como o UOL, que ficaram conhecidas como ‘Vaza Jato’.

Pelas suas redes sociais, Moro se defendeu e disse não reconhecer a autenticidade nas mensagens. O ex-juiz afirma que os diálogos foram obtidos de forma ilícita, por meio de ataque hacker, e que por isso é lamentável que sejam usadas para qualquer propósito.

Além disso, voltou a defender que interações entre juízes, procuradores e advogados é comum na prática jurídica e que não há nada de ilegal nisso. Por fim, alega que todos os julgamentos da Lava Jato foram imparciais, incluindo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

CONVERSAS ENTRE MORO E DELTAN

Confira o arquivo, divulgado inicialmente pela colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, e obtido pelo Paraná Portal:

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="742937" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]