Moro lamenta saída de Lula da prisão e diz que “parece que a Justiça não existe”

Francielly Azevedo e Ana Cláudia Freire

moro mourão lula curitiba

Sergio Moro, ministro da Justiça e Segurança Pública, disse que a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva trouxe uma sensação de abandono da Justiça. Ele participou, ao lado do general Hamilton Mourão, de uma celebração do Dia Nacional da Justiça e Família em Curitiba, organizado pelo governo do Paraná.

“Tem dias que parece que a Justiça não existe. Nós vemos criminosos sendo soltos, fazendo pouco da Justiça”, desabafou Moro no evento realizado no Teatro Fernanda Montenegro.

Quando o petista foi solto, o ex-juiz federal foi chamado de “canalha” e “algoz”. Na época, Moro tinha respondido que “algumas pessoas só merecem ser ignoradas”.

Além disso, o ministro falou sobre ter esperanças nas prisões após a condenação em segunda instância. No início de novembro, o STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu contra a execução provisória de pena após o réu ser condenado.

O novo entendimento afeta quase cinco mil presos, de acordo com dados do Conselho Nacional de Justiça. Entre eles, segundo um levantamento do MPF (Ministério Público Federal), estão 38 condenados em segunda instância no âmbito da Operação Lava Jato. O ex-ministro José Dirceu e ex-executivos de empreiteiras são alguns deles.

“Nós respeitamos o STF, sabemos que é uma instituição importante para a democracia, mas divergimos respeitosamente”, completou Moro.

MOURÃO ELOGIA GOVERNO: ‘É ASSIM QUE SE FAZ’

Mourão foi homenageado em Curitiba. (Divulgação)

O vice-presidente do Brasil, general Hamilton Mourão discursou após Moro e fez elogios ao governo de Jair Bolsonaro.

“Citem um escândalo de corrupção. Alguém está sendo acusado? É assim que se faz um governo”, declarou.

Além disso, Mourão também citou o pacote anticrime, recém aprovado na Câmara dos Deputados. Apesar de ressaltar a importância do projeto criado por Moro, disse que é preciso melhorar o texto.

“O ótimo é inimigo do bom. Temos uma lei boa agora contra criminalidade, mas vamos buscar o ótimo”, afirmou olhando para o ministro da Justiça.

MORO E MOURÃO HOMENAGEADOS

Moro e Mourão estiveram entre os homenageados do dia. No evento, organizado pela Secretaria de Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná, eles receberam placas pelo Dia Nacional da Justiça e Família.

Além deles, também foram prestigiados Nefi Cordeiro e Joel Ilan Paciornik, ministros do STJ (Superior Tribunal de Justiça); Darci Piana, vice-governador do Paraná; e o desembargador Adalberto Jorge Xisto Pereira, presidente do Tribunal de Justiça do Paraná.

Previous ArticleNext Article
Avatar
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.