Governo do Paraná decreta luto oficial de três dias pela morte de Jaime Lerner

Redação

Governo do Paraná decreta luto oficial de três dias pela morte de Jaime Lerner

O governador Ratinho Junior decretou luto oficial de três dias pela morte de Jaime Lerner, na madrugada desta quinta-feira (27). O arquiteto e urbanista faleceu em decorrência de complicações de doença renal crônica, aos 83 anos.

“Nossas condolências à família e amigos do ex-governador Jaime Lerner. O Paraná perde um grande cidadão, que ajudou a transformar Curitiba e o Estado. Os nossos corações, marca que por muito tempo ele usou, estão juntos neste momento de profunda dor e tristeza para todo o povo do Paraná”, disse o governador.

Lerner, ex-governador do Paraná e ex-prefeito de Curitiba, era viúvo da ex-primeira-dama Fani Lerner, falecida em 2009. Deixa duas filhas: Andrea e Ilana, que atualmente dirige a Biblioteca Pública do Paraná. No Palácio Iguaçu, as bandeiras ficarão a meio mastro durante todo o período de luto.

“Jaime Lerner tinha amor pelo Paraná. Dedicou uma vida inteira ao Estado, com realizações que transformaram Curitiba e servem até hoje de inspiração mundo afora. Um exemplo que ficará marcado eternamente pelas centenas de obras espalhadas pelo nosso Estado”, argumenta Ratinho Junior.

O arquiteto e urbanista foi eleito governador do Paraná em 1994 e reeleito em 1998. Apoiado em uma política de atração de investimentos produtivos, o Estado se consolidou como um polo industrial do País. A exemplo da experiência bem sucedida de Curitiba, Lerner se dedicou a questões de logística, educação, saneamento e lazer.

Essa preocupação, intensa principalmente na área social, de educação e de atenção à criança, renderam ao Governo do Paraná o prêmio Criança e Paz da Unicef, para os programas “Da Rua para a Escola”, “Protegendo a Vida” e “Universidade do Professor”.

Registro de Jaime Lerner como governador do Paraná (Divulgação/Instituto Jaime Lerner)

QUEM FOI JAIME LERNER?

Formado em arquitetura e urbanismo pela UFPR (Universidade Federal do Paraná), em 1964, Lerner fez parte da equipe que criou o IPPUC (Instituto de Planejamento Urbano de Curitiba) no ano seguinte, em 1965.

O arquiteto iniciou a vida pública no início da década de 70, quando filiou-se à ARENA, partido criado para dar sustentação política à ditadura militar brasileira instituída no Golpe Militar de 1964.

Em 1971, foi nomeado prefeito biônico de Curitiba. No primeiro mandato, realizou duas obras que ficariam marcadas na história da capital: o calçamento da Rua XV de Novembro e a abertura das caneletas exclusivas para ônibus expressos (BRT).

Foi nomeado prefeito novamente em 1979. Jaime Lerner assumiria a Prefeitura de Curitiba para um terceiro mandato em 1989, desta vez eleito pelos curitibanos na célebre “Campanha dos 12 dias”. Ele estava filiado ao PDT e era muito próximo do ex-governador do Rio e principal liderança do partido, Leonel Brizola. Foi nesse terceiro mandato que Lerner deixou mais marcas na paisagem curitibana. Criou o Jardim Botânico, a Ópera de Arame e as icônicas estações-tubo do transporte coletivo, que são utilizadas até hoje.

Nos anos 90, Jaime Lerner foi eleito duas vezes governador do Paraná. O arquiteto assumiu o Palácio Iguaçu em 1994, ainda eleito pelo PDT, e foi reconduzido ao cargo em 1998, período marcado pela transição econômica e industrialização do Estado. Em 1997 ele havia trocado o PDT pelo PFL.

Enquanto governador, tentou privatizar a Copel (Companhia Paranaense de Energia), ideia da qual desistiu apenas no ano de mandato, em 2002. No mesmo ano, então no PFL, teve o nome apontado como possível candidato à presidência.

O desgaste político e a figura de elitista afastou Jaime Lerner das disputa eleitorais. Na Assembleia Legislativa, enfrentou cinco CPIs. Primeiro a conceder rodovias à iniciativa privada, foi condenado pelo STJ em 2011 por dispensa ilegal de licitação.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="766527" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]